Pin It button on image hover

Compota de Mirtilos

Tive a sorte de encontrar uma caixa enorme de mirtilos biológicos, a um preço muito acessível e não resisti como é natural, a trazê-los para casa. Conhecido como o “rei dos antioxidantes” os mirtilos são efectivamente um dos frutos com maior valor nutritivo conhecido. Isto porque contêm carboidratos, açúcar e fibra dietética. Além disso, são uma excelente fonte de vitaminas A, B, C, E e K, bem como de potássio, cálcio, magnésio e fósforo. Só existe um problema, é muito perecível, depois da colheita tem uma vida muito curta pelo que tem de ser consumida quase de imediato ou corremos o risco de enrugarem, ficarem muito moles e sem graça e apodrecerem.
Eu adoro juntar aos iogurtes e os bolos também ficam maravilhosos mas fiquem com outras sugestões que tenho aqui no blogue onde entram os maravilhosos mirtilos.

Mas hoje, trago-vos a receita da compota e que é muito facil de fazer. Querem ver como?




300 g de mirtilos frescos
200 g de açúcar para compotas (com pectina)
Sumo de 1 limão
2 gotas de óleo de amêndoa ou lavanda







Comece por lavar bem os mirtilos em água corrente.


Coloque-os numa panela média e em lume médio-alto, juntamente com o açúcar para compotas e o sumo de 1 limão.
Cozinhe os mirtilos, mexendo sempre, até estes reduzirem e começarem a estourar. Baixe o lume e, usando uma espátula ou a parte de trás de uma colher de pau, pressione os mirtilos contra as paredes do tacho de modo a esmagar as bagas.
Deixe apurar até que engrosse e reduza um pouco (cerca de 20 a 30 minutos).
Retire do lume junte as gotas de óleo de amêndoa ou lavanda e deixe arrefecer.




Guarde em frascos devidamente esterilizados e conserve no frigoríco até dois meses.



Beijinho e uma doce Terça-feira!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pela visita. Voltem sempre!