Pin It button on image hover

Tarte de Lima e Coco

Provavelmente a melhor tarte de coco que alguma vez comi e, no espaço de uma semana, já a fiz duas vezes a pedido de todos aqui em casa.
Simples de fazer e viciante...




4 c. de sopa de manteiga sem sal, derretida
6 c. de sopa de açúcar
2 ovos grandes
4 c. de sopa de farinha de trigo
1/2 c. de chá de fermento em pó
1 pitada de sal
2 c. de chá de raspas de lima
1 cháv. de coco ralado
1 cháv. de leite




Pré-aqueça o forno a 180ºC e colocar o tabuleiro, na parte de baixo do forno.
Unte uma tarteira com manteiga, reserve.
Numa tigela grande, bata a manteiga derretida com o açúcar. Adicione depois os ovos e bata até ficar uma mistura bem homogénea. Junte a farinha, o coco, as raspas de lima e o leite.
Despeje a mistura na forma, coloque no tabuleiro e leve ao forno por 40/45 minutos, ou até que o bolo esteja firme no toque e douradinho.


Beijinhos e bom fim de semana!

Rolinhos de Pizza com Chouriço e Manjericão

Não se trata de reinventar a pizza, apenas de lhe introduzir alguma criatividade com os ingredientes de sempre. Fica a sugestão para experimentarem aí em casa...




Massa de pizza:
300 g de farinha
1/2 pacote de levedura para pão
1 pitada de sal e açúcar
Açúcar 1 pitada
 2 a 2,5 dl de água morna
Farinha para polvilhar
Recheio
Molho de chili a gosto
Folhas de manjericão fresco. a gosto
Rodelas de painho alentejano. a gosto
100 g de manteiga Tété
2 dentes de alho picado ou alho em pó
Queijo parmesão ralado a gosto





Num recipiente, comece por misturar os ingredientes secos: farinha, sal, açúcar e fermento.
Adicione aos poucos a água morna até tudo ficar bem ligado e uma massa moldável e leve.
Tape o recipiente com película transparente para evitar a perda de humidade, e deixe repousar até que dobre de volume.
Deite a massa numa superfície enfarinhada e polvilhe-a com um pouco mais de farinha. Amasse e estique com a ajuda de um rolo de modo a ficar bem fina e com forma retangular.
Espalhe por toda a superfície o molho de chili, por cima as rodelas de painho alentejano e folhas picadas de manjericão.
Enrole depois a massa com muito cuidado, sobre o recheio de forma a conseguir um rolo comprido e bem ajustado. Corte em pequenas rodelas e coloque-as lado a lado, numa travessa que possa ir ao forno., deixando-as quase juntas.
Deixe a levedar um pouco num lugar quente.
Pré-aqueça o forno a 200ºC.
Entretanto leve a manteiga a derreter juntamente com o alho bem picadinho (ou junte no final o alho em pó).
Antes de levar os rolos de pizza ao forno, pincele-os com a manteiga e polvilhe com queijo parmesão e deixe cozer por cerca de 15 minutos.
No fim, e mesmo antes de servir, pincele novamente com a manteiga. Sirva de imediato.
Acompanhe com uma bela salada de rúcula.



Beijinho e espero que gostem da sugestão de hoje!

Compota de maçã e cebola

Uma compota deliciosa e diferente para acompanhar pratos salgados ou servir em tostas...






800 g de cebola roxa
300 g açúcar
80 ml de sumo de maçã
1 maçã verde, em pedaços
100 ml de vinho do Porto ou Madeira
1 raminho de tomilho
1 c. de sopa, de vinagre balsâmico
Raspas de meia laranja






No robot de cozinha:
Descasque as cebolas e a maçã e coloque no copo. Triture na vel.5 por 5 segundos.
Junte depois o sumo de maçã, o vinagre, o açúcar e o ramo de tomilho e seleccione 15 min./100º/Vel. colher inversa/Velocidade 2.
Retire agora o copo da tampa, deite o vinho e coloque o cesto em cima. Programar mais 15 min,/120ºC/Vel. colher inversa ou velocidade 2.

Tradicional:
Descasque, corte e pique finamente as cebolas e as maçãs.
Coloque tudo numa panela juntamente com o açúcar, o sumo de maçã, as raspas de laranja, o vinagre e o tomilho. Deixe ferver e cozinhe por 15 minutos. Mexa e vá retirando a espuma que se vai formando. De seguida, retire do lume e deixe a repousar por uns minutos. Adicione depois o vinho e leve de novo ao lume até que ferva novamente.

Retire e deixe que arrefeça, antes de guardar em frascos previamente esterilizados.


Beijinho e espero que gostem da sugestão!

Biscoitos de Amêndoa

Hoje partilho convosco, uns biscoitos de amêndoa que vi no blogue da Luísa . Espero que gostem, tanto como eu gostei!




125 g manteiga à temperatura ambiente
125 g açúcar
1 ovo + 1 gema para pincelar
250 g farinha
1 c. de chá de fermento
Amêndoa sem pele q.b. Vahiné





Aquece-se o forno a 180ºC.
Bater a manteiga com o açúcar e o ovo. Junta-se a farinha misturada com o fermento, a raspa de limão (opcional) e continuar a amassar até a massa estar bem ligada.
Fazem-se bolinhas do tamanho de uma noz e coloca-se por cima, meia amêndoa (eu não tinha, usei amêndoa picada grosseiramente da Vahiné), pressionando ligeiramente.
Pincela-se com gema e leva-se ao forno em tabuleiro forrado com papel vegetal, até estarem douradinhas.

Bolo de Chocolate e Café com Cobertura de Chocolate de Leite

Bom dia e desde já um Feliz Domingo para todos quantos me visitam. E por falar em domingo, trago-vos precisamente algo para adoçar este dia em que sempre temos mais tempo para estar com a família, mais vontade de querer ligar o forno e presenteá-los com um bolo.

Este de hoje é de chocolate e café e só vos digo: vai desaparecer num instante...




200 g de chocolate preto
100 g de manteiga sem sal

1 c. de sopa, de café solúvel
4 ovos
2 gemas
100 g de açúcar
70 g de farinha
100 g de amêndoa moída

Cobertura:
120 g de chocolate de leite
80 g de queijo-creme para barrar, usei Saloio 
Estrelas para enfeitar da Vahiné (opcional)






Pré-aquecer o forno a 180ºC.
Untar com manteiga e polvilhar com farinha, uma forma redonda de fundo amovível e depois forrá-la com papel vegetal.
Derreta no micro-ondas o chocolate com a manteiga retire e desfaça no creme o café, mexendo bem. Reserve.
Bata os ovos com as gemas e o açúcar, até que adquira uma mistura leve e esbranquiçada.
Junte a farinha delicadamente, assim como as amêndoas e por fim a mistura de chocolate reservada.
Depois da mistura bem envolvida deite na forma e leve ao forno a cozer por cerca de 30/35 minutos, ou até o palito sair seco.

Cobertura:
Derreta o chocolate de leite e assim que arrefecer junte o queijo creme.
Mexa de forma a ficar uma mistura bem cremosa e homogénea.
Cobrir o bolo com esse creme e enfeitar a gosto. Eu usei estrelas da Vahiné.


Alas de Pescada com Batatas Recheadas

Colorido, delicioso, diferente...experimentem!




2 alas de pescada
5 a 6 batatas cozidas
6 cogumelos (eu usei marron)
3 ou 4 tomates bem maduros
2 chalotas
3 dentes de alho
½ copo de vinho branco
1 ramo de coentros
Azeite q.b.
1 Pitada de pimenta, e cominhos em pó
1 romã
Azeitonas verdes recheadas com pimentão
Azeitonas pretas descaroçadas





Coza as alas de pescada (cuidado para não cozerem demasiado), e desfaça-a em lascas grossas. Reserve.
Num tacho largo, deite um fio de azeite, as chalotas picadas e deixe que alourem. Junte um dente de alho picado e logo depois o tomate também ele picado mas grosseiramente. Deixe refogar um pouco e refresque depois com o vinho branco. Deixe que ferva por uns minutos.
Lave e pique os cogumelos e coloque-os numa tigela com dois dentes de alho picados e os coentros frescos também picados, envolva bem.
Corte o topo das batatas e com a ajuda de uma colher, faça um buraco para colocar nele o recheio de cogumelos picados. Colocar depois as batatas já recheadas no refogado de tomate. Se sobrou algum recheio junte também e tempere de sal, pimenta e cominhos em pó e deixe em lume baixo por cerca de 10/15 minutos mas a meio da cozedura junte um pouco de água as lascas de pescada reservadas e tape.
Após esse tempo e já fora do lume, adicione a romã, as azeitonas e polvilhe com bastantes coentros picados.
Sirva de imediato.


Tarte de Pêra em Creme de Limão

Daquelas tartes que não resistimos a repetir vezes sem conta...





1 embalagem de massa quebrada
3 ou 4 pêras
50 g de açúcar
60 g de manteiga de vaca Tété, amolecida
2 ovos
1/2 colher de chá de extracto de baunilha
Raspas e sumo de 1 limão
55 g de farinha para bolos
1 pitada de fermento em pó
1 pitada de flor de sal

Ingredientes adicionais:
1 clara de ovo, para pincelar a massa
2 colheres de sopa de açúcar granulado para polvilhar a tarte
Açúcar em pó






Descasque as pêras e corte-as ao meio, retirando o caroço.
Coloque-as num tachinho e cubra com vinho branco (convém que seja um de boa qualidade). Junte 100 g de açúcar e um favo de baunilha. Ferva e depois reduza o lume até que fiquem tenras. Retire e reserve até que arrefeçam completamente.
Unte uma forma redonda de fundo amovível com manteiga e cubra com a massa quebrada retirando o excesso de massa. Pique com um garfo, cubra com película aderente e leve ao frigorífico por cerca de 30 minutos.
Pré-aqueça o forno a 180º C.
Retire a forma do frigorífico e cubra com um pedaço de folha de alumínio e sobre ela feijão seco.
Leve ao forno na prateleira do meio, por cerca de 15 minutos. Retire os pesos assim como a folha de alumínio e pincela a massa com a clara de ovo. Leve de novo ao forno por mais 5 minutos. Retire do forno e desenforme e deixe que arrefeça sobre uma grade.
Aumente agora o forno para 190º e baixe a prateleira do forno para baixo.
Retire as pêras da calda e seque-as em papel absorvente, e reserve.
Bata a manteiga como açúcar até conseguir uma mistura cremosa. Adicione depois os ovos e o extracto de baunilha e bata bem para misturar. Misture e envolva as raspas e o sumo do limão.
Peneire a farinha com o fermento e o sal e adicione-o à mistura de ovos mas apenas envolvendo delicadamente. Deite a mistura na massa quebrada e mergulhe nela as pêras mas sem as cobrir completamente.
Leve ao forno por 20 minutos. Retire do forno e polvilhe com 2 colheres de sopa de açúcar granulado. Leve de novo ao forno,na prateleira de cima, por mais 10/15 minutos ou até a crosta ficar escurinha e a fruta caramelizada.
Retire e, com a ajuda de um maçarico, queime mais um pouco as pêras de forma a ganharem um tom mais rústico e dourado. Pouco antes de servir, polvilhe a torta com açúcar em pó.



Lulas em Molho Agridoce

Adoro lulas, cozinhadas seja de que forma forem mas estas, deixam-me sempre a desejar repetir e repetir...




2 dentes de alho descascados e cortados
1 colher de chá de gengibre fresco ralado grosseiramente
1/2 colher de chá de sal marinho
1/2 limão
1 colher de sopa de azeite
400 g de Lula Limpa congelada
1 limão

Para o molho: 

2 alhos, finamente picados
1 chalota bem picadinha
1 colher de chá, de gengibre fresco ralado
1 colher de sopa, de pimentos pequenos
1/2 colher de chá, de pimenta do reino moída
4 colheres de sopa, de azeite
1 colher de sopa, de mel





Descongele e lave bem as lulas e faça pequenos cortes, reserve.
Triture o alho, o gengibre e o sal num almofariz até obter uma pasta grossa.
Com essa mistura, esfregue e tempere as lulas. Adicione o sumo de 1/2 limão e o azeite e envolva tudo muito bem, reserve esta marinada levando ao frigorífico, por cerca de uma hora.

Numa tigela à parte pique e prepare todos os ingredientes para o molho. Reserve.

Após as lulas terem marinado escorra-as bem.
Aqueça uma frigideira ou wok em lume médio.Adicionar uma colher de sopa ou duas de óleo de sésamo ou azeite, o suficiente para revestir o fundo.Junte as lulas escorridas. Esprema por cima o sumo de meio limão e deixe que cozinhem por uns minutos e até que fiquem com um tom ligeiramente dourado. Retire para o prato de servir.
Na mesma frigideira e logo de seguida, deite os ingredientes do molho. Mexa e envolva bem 2/3 minutos até que sejam libertados os sabores.
Deite sobre as lulas e acompanhe com salada e batata frita ás rodelas (opcional).

Pudins de Noz-Moscada

Uma sobremesa diferente, e onde a rainha é a noz-moscada e não se supreendam pois ficou....deliciosa!



2 pacotes de natas
1 Favo de baunilha  (ou 2 c. de chá de essência de baunilha)
1 c. chá de noz-moscada, inteira ou moída na hora da Ferbar
5 gemas
1/2 cháv. de açúcar mascavado
1/4 de c. de chá de sal




Pré-aqueça o forno a 160º C.
Num tachinho, deite as natas, a raspa do favo de baunilha, o favo e a noz-moscada. Deixe que ferva e de seguida retire do lume. Deixe repousar por uns minutos.
Numa outra tigela coloque as gemas juntamente com o sal e o açúcar. Bata até conseguir uma gemada bem cremosa, reserve.
Leve o creme de natas de novo ao lume e deixe que ferva. Desligue e adicione lentamente o creme quente à mistura de gemas, enquanto vai mexendo sem parar.
Coe o creme e despeje em pequenas forminhas que possam ir ao forno.
Coloque-as no tabuleiro do forno onde colocou também um pouco de água. Leve ao forno em banho-maria por cerca de 35 minutos.
Retire e deixe que arrefeçam e leve depois ao frigorífico por pelo menos duas horas. 
Pouco antes de servir, polvilhe com mais um pouco de noz-moscada moída.


Atrevam-se a fazer e deliciem-se!

Salada de Laranja com Abacate em Vinagrete de Chalota

Uma receita leve e saudável e olhem que não custa nada, nada, nada e vai saber-vos deliciosamente...




1 Chalota picadinha
3 c. de sopa de Azeite extra-virgem
1 c. sopa de sumo de limão
1 c. sobremesa de vinagre balsâmico
1 pitada de sal
Pimenta moída na hora
2 laranjas
1 abacate
1 chalota em rodelas
Salsa picada q.b.




Numa tigela misture bem os cinco primeiros ingredientes, reserve.
Corte a laranja ás rodelas e o abacate em meias luas e disponha no prato em que vai servir. 
Por cima, coloque as rodelas de chalota e cubra com o molho e a salsa picada na hora.
Sirva de imediato.