Pin It button on image hover

Coroa de Nógado

Esta receita serviu para levar até ao Alentejo, onde fui passar o Natal.
A minha mãe adora mas, a paciência para a fazer já lhe vai faltando, daí tê-la feito eu e levado com todo o carinho.
Queria agradecer à querida Ana Caldeira que me facultou a receita, tal como é feita na minha terra.
Beijinho para ela!






6 ovos e 1 gema
2 meias cascas de um ovo, de azeite
1 colher de café de sal
1/2 kg de farinha ou até tender
1 frasco grande de mel
2 colheres de sopa de açúcar





Comece por bater os ovos com o azeite (use a metade de uma casca de um dos ovos partidos, como medida) e o sal. Depois de tudo bem batido vá juntando aos poucos a farinha até a massa ficar na consistência desejada. Na bancada da cozinha, faça rolinhos bem fininhos de massa. Corte pequenas tiras e frite depois em óleo bem quente.
Depois de fritos e de terem arrefecido, corte a massa em pequenos pedaços. Reservar.
Leve ao lume num tacho o mel com o açúcar até conseguir uma calda em ponto de rebuçado o que se verifica quando, pondo uma colher do mel dentro de uma tacinha com água fria, ele solidifica e fica uma bolinha em jeito de rebuçado.
Deita-se a massa frita e cortada para dentro do tacho e envolve-se bem no mel.
Rapidamente despejam-se pequenos montinhos num prato e com as mãos molhadas em água fria, vai-se dando o formato de uma coroa, apertando bem e o suficiente para que fique bem moldada e firme.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pela visita. Voltem sempre!