Pin It button on image hover

Sopa Dourada

Doce conventual, típico do Convento de Santa Clara e que se come um pouco por todo o pais.
A sopa dourada é, por exemplo, um dos doces mais populares na mesa de Natal em Portugal, sendo mesmo indispensável, na região norte. Já a receita, varia consoante a localidade onde é confeccionada – há regiões onde é feita com fatias de pão duro e outras, onde utilizam o também ele famoso, pão de ló e que servem de base, à confecção deste doce.

" Convento de Santa Clara, Que vulto fazes no ar. Que aos marinheiros no Mar, Deitas "pelo sinal"!
E o Sol desmaia na cal, da capela a branquejar, da Senhora do socorro, onde um dia sonhei me ir casar"

José Régio 

Apesar da quantidade de gemas e de amêndoas que leva, é também ao mesmo tempo, uma excelente forma de fazer aproveitamento de sobras de pão que possam ter em casa.

Aqui fica a minha receita da Sopa Dourada do Convento de Santa Clara 





1 fatia de pão duro (usei Alentejano) cortados aos cubinhos
1 c. sopa de manteiga
150 g de amêndoa ralada
1 colher de sopa de doce de Gila
250 g de açúcar
250 g de agua
8 gemas de ovos





Coloque no copo da Bimby, a manteiga e os cubos de pão e salteie programando 15 minutos, Varoma Rotação inversa/Velocidade Colher. Retire e reserve.
Coloque depois no copo limpo o açúcar e a agua e programar 18 minutos Varoma na Velocidade 3.
Junte o pão frio, o doce de gila e a amêndoa ralada e programe 10 segundos, Velocidade Colher Inversa.
Deixe arrefecer ate aos 60º C e depois, sem o copo medida, junte as gemas em fio pelo bucal, programando 5minutos a 100ºC, Velocidade Colher Inversa.
Retire e deite numa travessa de barro ou outra e sirva, ou polvilhado de canela ou com lascas de amêndoa, para dar mais crocância ao doce.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pela visita. Voltem sempre!