Pin It button on image hover

Pudim de Azeite e Mel

Uma receita que retirei do maravilhoso blog  Sweet Gula, que por sua vez se inspirou numa receita do Chef Vitor Sobral
Não deixem de visitar e consultar esta e outras receitas deliciosas, neste blog e que recomendo vivamente pois considero-o um dos melhores blogs portugueses.

Quanto a este pudim, é um verdadeiro pecado....








8 ovos (coloquei mais 2 gemas)
500 g de açúcar
1 c. sopa, de raspa de laranja
1 c. sopa, de raspa de limão
4 c. sopa, de mel
3 c, sopa, de azeite virgem extra "Casa Soares de Albergaria"









Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Unte muito bem com manteiga e polvilhe depois com farinha, uma forma de bolo inglês ou uma forma de chaminé lisa. Reserve.

Preparação no robot de cozinha:
Coloque no copo, o acessório para amassar/triturar, os ovos e o açúcar e programar 50seg/vel.7.
Junte depois as raspas de laranja e de limão, assim como o mel e o azeite e programe  mais 30seg/vel.10.


Preparação Tradicional: 
Bata os ovos com o açúcar, até que este se desfaça por completo (pode ser à mão ou, se usar batedeira, bata na velocidade mais baixa).
Junte as raspas de laranja e limão assim como o mel e o azeite e misture, até todos os ingredientes ficarem bem ligados.

Verta depois o preparado na forma que havia reservado e leve ao forno, cerca de 45/50 minutos.
Retire do forno e deixe arrefecer ainda dentro da forma.
Desenforme e decore a gosto.

Sonhos de Natal na Companion

Mais um doce obrigatório nesta época de festas. Esta receita saiu perfeita e ficaram super leves ou não tivessem eles o nome de Sonhos. Experimentem!




250 ml de água
2 tiras de casca de laranja ou de limão
1 pau de canela Margão
1 pitada de sal
75 g de Manteiga (usei Vaqueiro liquida)
160 g de farinha com fermento
1 c. de chá, de fermento em pó
4 ovos





Colocar na taça da Companion com a lâmina de amassar/triturar, a água, a pitada de sal, a casca do limão ou da laranja, o pau de canela, o açúcar e a manteiga.Programar 10 min./Vel.3/100ºC.
Retirar o pau de canela e as cascas e juntar a farinha de uma só vez. Selecionar 2 min./Vel.6/100ºC. Retirar a massa da taça e deixar que arrefeça um pouco. Entretanto, bata ligeiramente os ovos.
Colocar novamente a massa na taça e adicionar aos poucos a mistura de ovos pelo orifício da tampa, programando a Vel.9/1minuto

Deixe repousar a massa por uns instantes.

Numa frigideira com óleo bem quente, vá colocando colheradas de massa. Esteja atenta e vá virando, até que os sonhos fiquem dourados.
Vá colocando os sonhos sobre papel absorvente e depois de arrefecerem um pouco, envolva-os em açúcar (pode também colocar um pouco de canela).
Pode se preferir, regá-los com uma calda leve, feita de açúcar, canela, anis e uma casca de limão.

Beijinho e Boas Festas!

Risotto de Bacalhau com Abóbora e Crumble de Broa

Boa tarde!
Aqui fica mais uma deliciosa sugestão, quem sabe para a vossa ceia de Natal e para contrariar o famoso bacalhau cozido com couves e batatas, que sempre está presente na nossa mesa.





1 Lombo de Bacalhau
1 folha de Louro
1 dente de Alho
Para o Risotto
1 c. de sopa. de manteiga
1 cebola
2 dentes de alho
1 cháv. de arroz arbóreo
1 copo de vinho branco
3 cháv. de água (de cozer o bacalhau)
Sal e pimenta q.b.
2 c. de sopa de manteiga
100 g de puré de abóbora
50 g de queijo parmesão
Folhas frescas de coentros

Crumble

1 fio de azeite
100 g de Broa
1 dente de alho
Coentros picadinhos







Comece por fazer logo o crumble salteando num fio de azeite, a broa de milho esfarelada com o alho e coentros picadinhos, até a broa ficar bem dourada. Retire do lume e reserve.
Coza o lombo de bacalhau num tachinho com água, a folha de louro e 1 dente de alho.
Passados 5 minutos, retire do lume, retire o bacalhau e coe a água, reservando-a.
Num tacho, junte a manteiga e um fio de azeite. Junte a cebola bem picadinha e deixe fritar até dourar e só depois junte os dentes de alho esmagados. Deixe apurar em lume brando e enquanto isso, vá lascando o bacalhau.
Ao refogado junte o arroz arbóreo e frite-o ligeiramente. Refresque com o vinho branco e mexa até o álcool se evaporar.
Acrescente agora uma chávena de caldo de cozer o bacalhau.
Tempere de sal e pimenta e, à medida que o arroz vai ficando sem caldo, junte mais e sempre a pouco e pouco, até o arroz estar cozido.
Finalize juntando a manteiga, o puré de abóbora e o queijo parmesão ralado a gosto, assim como as lascas de bacalhau. Envolva delicadamente e sirva de imediato, polvilhado com o crumble de broa e mais queijo parmesão.





Rolinhos de Canela com Caramelo Salgado

Estou sempre à procura da receita perfeita, aquela que no fim dizemos: -"É esta, ficou mesmo como eu queria".
Foi isso que aconteceu com estes rolinhos e com toda a certeza, terão honras de mesa, na altura do Natal e fim de ano...




Para a massa:
550 g. de farinha
100 g. de açúcar
1 pacote de fermento seco (fermipan)
1 pitada de sal
1 pitada de noz-moscada
1 ovo grande
15 cl de leite
5 cl de água
5 c. de sopa de manteiga amolecida
Caramelo salgado caseiro q.b. (receita aqui)

Para o recheio:
Meia cháv. de açúcar mascavado
Canela em pó q.b.
5 c. de sopa de manteiga sem sal, amolecida





Travessa de cerâmica Staub

No robot de cozinha:
Colocar na taça a lâmina amassar/triturar, o leite, a água, o sal, o açúcar, a manteiga e o fermento e programar 2 min/35º/Vel. 3. Juntar o ovo e misturar por 15 seg./ Vel 4. De seguida adicione a farinha e a noz-moscada e seleccionar o programa massas P2. A massa deve estar despegada das paredes da taça. Caso isso não aconteça, junte um pouco mais de farinha.
Retire e deixe a levedar, até que a massa dobre de tamanho.


Modo tradicional:
Na tigela da batedeira com o acessório gancho para massas, misture a farinha, açúcar, fermento, sal e noz-moscada; bata em velocidade baixa por uns minutos. Mantendo a velocidade baixa, junte agora o ovo, o leite, a água e a manteiga. Bater durante 3/4 minutos, ou até que a massa comece a formar uma bola em torno do gancho e descolada dos lados da taça. Aumente agora para a velocidade média e continue a bater por mais 5 minutos, até a massa ficar lisa e brilhante. Transfira a massa para a tigela grande preparado, transformando-o uma vez para revestir levemente em óleo. Cubra a tigela com película transparente e reserve em lugar quente por cerca de duas horas, ou até que dobre de tamanho.


Para o recheio:
Numa tigela, misture o açúcar mascavado com a canela e envolver bem. Reserve.

Numa travessa de ir ao forno, deite o caramelo de modo a tapar todo o fundo. Reserve.
Deite a massa para uma superfície de trabalho, generosamente enfarinhada.
Com a ajuda de um rolo, estenda a massa dando a forma de um rectângulo.
Pincele toda a superfície e de forma uniforme, com a manteiga amolecida e de seguida, polvilhe-a com o açúcar e canela que havia reservado.
Enrolar enquanto vai apertando bem. Com uma faca, corte agora o rolo em pedaços iguais.
Disponha os rolinhos na travessa, sobre o molho de caramelo e cubra-os com um pano e guarde em lugar quente por mais uma hora, para que dobrem de novo de volume.
A meio do tempo, ligue o forno nos 170º C.
Retire depois o pano e asse por 25-30 minutos, ou até que ganhem um tom dourado e o caramelo esteja a borbulhar.
Retire o tabuleiro do forno e deixe os rolinhos arrefecerem por 10 minutos. Após esse tempo, desenformar, deixar que arrefeçam mais um pouco e cobrir com o caramelo salgado.
Servir enquanto ainda mornos.


Beijinho e boa semana!

Marshmallows

Esta é daquelas guloseimas que não duram mais que uns minutos aqui em casa, o que por um lado é bom pois infelizmente, ao fim de algum tempo, tornam-se mais moles, pegajosos e não tão bonitos visualmente.
Por isso, aconselho que se fizerem a receita, seja de facto para os comerem na hora...




9 folhas de gelatina
250 g de açúcar em pó
100 g de água
3 claras
Algumas gotas de corante alimentar "Vahiné"
2 c. sopa, de gelatina de framboesa (podem escolher de outro sabor)

Revestimento:
50 gramas de açúcar em pó
20 g de amido de milho





Fiz no robot de cozinha:

Coloque as folhas de gelatina em água fria por uns 8 a 10 minutos, para que hidratem.
Entretanto, coloque na taça com o acessório misturador, o açúcar e a água e seleccione 10 min./120º/Vel.2. Retire a calda e reserve.
Na taça limpa e bem seca, coloque agora o acessório batedor e as claras e bata-as por 4 min. / Vel.4.
Programar mais 1 minuto na velocidade 5, mas de novo com o acessório misturador e adicionar pela abertura da tampa, a calda de açúcar que havia reservado, as folhas de gelatina e a gelatina em pó.
Unte com óleo um tabuleiro rectangular (30x20cm) e forre-o com papel vegetal. 
Despeje nele a massa e alise-a com a ajuda de uma espátula. Deixe arrefecer um pouco e coloque no frigorífico por pelo menos 3 a 4 horas (ou de um dia para o outro).
Entretanto, misture bem o açúcar em pó com o amido de milho. Reserve.
Corte os marshmallows em cubos de tamanhos mais ou menos iguais e envolva-os bem na mistura de açúcar e amido.

Sirva-os de imediato!



Bolo de Noz com Doce de Ovos

Hoje é o aniversário da Eunice do blog "O Quinto Ingrediente" e para ela, deixo hoje um beijinho muito especial. Em jeito de prendinha (se é que lhe posso chamar assim) deixo-lhe aqui este miminho/receita, que retirei do seu blog um bolinho maravilhoso e que devem mesmo de experimentar, pois vai deliciar todos que o provarem...
Denso, mas fofo ao mesmo tempo, e perfeito para os amantes de nozes.
A cobertura de ovos moles, torna-o ainda mais tentador e faz aqui toda a diferença.
Um dos meus bolos favoritos!






7 ovos
200 g de açúcar amarelo
300 g de nozes picadas
80 de farinha com fermento
150 gr de manteiga amolecida
1 c. café de canela




Doce de ovos:
10 gemas
130 g de água
250 g de açúcar
2 c. chá, de manteiga






Comece por fazer o bolo batendo a manteiga com o açúcar. Junte as gemas, até ficarem bem incorporadas.
À parte bata as claras em castelo, reserve.
Peneirar a farinha com o fermento e juntar o miolo de noz moído e o fermento.
Aos poucos e delicadamente para que não perca o ar, vá envolvendo na mistura de ovos, as claras intercalando com a farinha.
Levar ao forno pré aquecido nos 180º C,  por cerca de 35/40 minutos (vá verificando com o palito).
Faça agora a cobertura de ovos moles:
Num tachinho misture todos os ingredientes e leve ao lume médio até engrossar, mexendo sempre, Retire, deixe arrefecer e leve depois ao frio.
Na hora de servir o bolo, regue com este doce de ovos.


Beijinho e uma doce Quinta-feira!

Tarte Grega/Galaktoboureko

Quando vi esta tarte grega no Aliter Dulcia, da Isabel Perez,fiquei de imediato enamorada e sabia que a tinha que fazer, o mais rapidamente possível.
Há milhares de receitas pela net e por cá, vi-a mais recentemente, no maravilhoso blog da São o Rapa Tachos e em que ficou também linda e tentadora.
Mas como disse, segui a receita do Aliter Dulcia fazendo apenas pequenos ajustes e alterações como por exemplo na calda, pois usei maple syrup, e coloquei também uma cobertura de chocolate, para lhe dar um toque diferente mas não menos delicioso, o que tornou esta tarte ainda mais gulosa.





8 folhas de massa filo
Manteiga q.b., para pincelar a massa
1/2 litro de leite
60 g. de manteiga
Sumo e raspa de meia laranja
100 g de sêmola de trigo/semolina
180 g de açúcar
3 ovos






Numa panela, aqueça o leite em lume baixo, por cerca de 3 minutos, mexendo a cada minuto.
Adicione depois o açúcar, a farinha de sêmola e a manteiga. Continue a mexer, até engrossar ligeiramente. Retire e deixe arrefecer um pouco.
Numa outra tigela, bata os ovos e misture um pouco do creme reservado.
Despeje a mistura para a panela junto com o restante creme e leve de novo ao lume mexendo sempre, por 2/3 minutos.
Retire do lume e junte então as raspas e o sumo da laranja, até tudo ficar bem envolvido.

Forre a forma untada, com 5 folhas de massa filo, cada uma delas pincelada com manteiga. Una-as e cole-as bem, ao redor e fundo da forma. Coloque o creme reservado e sobre o creme, as bordas da massa (com cuidado para não afundarem).
Com as restantes folhas, faça círculos de modo a cobrirem a superfície da forma e unte-as também com manteiga e coloque sobre as outras, unindo bem.
Leve ao forno, por cerca de 30/35 minutos ou até ficar bem douradinha.


Decore a gosto e sirva-a bem fria!

Iogurte de Chocolate "Toblerone"

Super cremoso, delicioso e de babar, este iogurte e asseguro-vos que não vai estar muito tempo na prateleira do frigorífico, tal vão ser as "mãozinhas" a ir por eles...






1 l de leite fresco (usei o da Vigor)
2 a 3 c. sopa de leite em pó
80 g de açúcar
200 g de chocolate Toblerone
1 iogurte natural






Na taça da Companion, com o acessório batedor, coloque o leite fresco, o açúcar e o leite em pó.
Programar 100 °/Vel. 1/8 min. Colocar o chocolate em pedaços para que este amoleça, e deixar a mistura arrefecer um pouco. Assim que estiver morna, junte o iogurte e programar 1 min./Vel. 4.
Distribuir pelos copos de vidro, e levar à iogurteira, por pelo menos 8 a 10 horas.
Colocar de seguida no frigorífico por mais algumas horas, antes de o servir.


Beijinho e espero que gostem!

Filhoses de Iogurte

Esta é uma receitinha da minha amiga mais querida e gulosa, a Isabel do "Receitinhas da Belinha Gulosa" cujo blog vos convido a visitarem.
São deliciosas, leves e super fáceis de fazer e a partir de agora, acreditem que pelo menos aqui por casa, não haverão mais desculpas para de vez em quando fazer filhoses (porque razão tem de ser só no Natal ou dias festivos ?).




1 iogurte (usei cremoso Lima-Limão da Activia)
2 ovos
1 copo (do iogurte) de açúcar amarelo
3 copos de farinha
Raspas de limão
Açúcar (eu usei em pó)
Canela q.b. (opcional)







No robot de cozinha:
Deitar todos os ingredientes na taça, com a lâmina amassar/triturar.
Programar Massas P1.

Modo tradicional:
Bater bem todos os ingredientes, de modo a ficarem bem misturados e a mistura cremosa e sem grumos.

Fritar numa frigideira com óleo bem quente, deitando pequenas bolas de massa (como aconselha e bem, a Belinha, não muitas de cada vez).
Retire e coloque sobre papel absorvente.
Assim que arrefecerem um pouco, passe-as por açúcar e canela (eu passei apenas por açúcar em pó).


Beijinho e bom fim de semana!

Bolo Salgado de Queijo e Enchidos




 Quantas e quantas vezes, nos acontece ter imenso pão a ficar endurecido, mas que nos custa deitar fora?
Ter restos de fiambre, bacon ou chouriço e não saber o que lhes fazer, pois já ninguém quer, só porque já está ali no frigorífico há mais de um dia ou dois?
Então e se eu vos disser ,que podem reinventar uma receita utilizando todos esses ingredientes, e ficar perfeita, deliciosa e que vai surpreender?
Eis aqui a resposta e uma receita deveras fabulosa:








Restos de pão duro (eu usei1 baguette grande), cortado em cubos pequenos
8 ovos
1 1/2 cháv. de leite
Sal e pimenta preta moída na hora
200 g de bacon, em cubos
1/2 chouriço de carne, sem a pele, cortado em cubos (ou chourição)
150 g de fiambre
1 cháv. de queijo ralado (usei mistura de Cheddar, Gouda e Emmental)
1 queijo mozarella em cubos
Salsa e cebolinho, finamente picados Aromáticas Vivas





Numa frigideira anti-aderente (uso sempre as da Celar), colocar o bacon e o chouriço a dourar.
Retire e coloque sobre papel absorvente. Reserve.
Bata os ovos com o leite, a salsa e cebolinho picados assim como o fiambre e tempere de sal e pimenta a gosto.
Coloque o pão em cubos, dentro de um saco que dê para fechar (tipo fecho zip como o da foto abaixo). Despeje sobre ele, a mistura de ovos, o queijo ralado, o mozarella em cubinhos e as carnes que havia reservado.
Fechar o saco e amassá-lo ligeiramente.

Reserve no frigorífico, por pelo menos 30 minutos (ou até que todo o leite com os ovos, esteja completamente embebidos no pão).

Pré-aqueça o forno a 180º C.
Unte uma forma redonda ou rectangular,com manteiga ou óleo em spray, e despeje nela a mistura do saco, calcando um pouco a mistura.
Polvilhe com mais um pouco de queijo ralado e cubra com uma folha de alumínio.
Leve ao forno por cerca  25 minutos. De seguida, retire a folha e leve de novo a cozer, por mais 10 minutos, somente para dourar por cima.
Deixar arrefecer um pouco antes de desenformar.
Antes de servir, decore com mais um pouco de salsa e cebolinho, picados.




De textura fofa, húmida e de sabor delicioso. 

Fica tão bom, que vai ser difícil pará-lo de comer...
Beijinho!