Pin It button on image hover

Bolo/Pão de Framboesas e Coco

Olá amigas, mais um fim de semana que passou e mais uma semana para enfrentarmos com um sorriso. O meu Sábado foi marcado por um encontro feliz e um lanchinho especial. Tive o prazer de receber na minha humilde casa a simpática e linda Mónica do blogue  "Delicias da Moni", se não conhecem visitem-na e fiquem seguidoras do seu delicioso cantinho.
Comecámos por ser seguidoras do blogue uma da outra até um dia sabermos, que afinal morávamos bem perto uma da outra. Encontrámo-nos por duas vezes mas agora achei que estava na hora de a receber na minha casa e convidá-la para um lanchinho e foi isso que aconteceu, uma vez que teve a gentileza de aceitar o meu convite.
Conversámos bastante não fosse uma ou outra vez sermos interrompidas pelo malandreco do meu Joãozinho que a cada dia está mais irrequieto, como todas as crianças da idade dele hehehe. Mas foi sobretudo uma tarde muito bem passada e agradável e espero que ela tenha gostado tanto como eu.

Preparei-lhe um bolinho especial e que achei que ela ía gostar e foi com todo o carinho que o fiz.

Bolo/Pão de Framboesas e Coco


A receita veio destes dois blogues, daqui do blogue da Luisinha  e que se tinha inspirado no da Babette gosto de ambos e é onde muitas e muitas vezes me inspiro. Tanto lhe podemos chamar de pão doce ou bolo, isso ficará ao vosso critério.



Eu apenas lhe fiz algumas ligeiras modificações:

Ingredientes:
200gr de farinha
2 colheres de chá de fermento
1 pitada de sal
3  ovos
150 gr de açúcar
1 colher de café de flower power
1 copo de buttermilk (num copo pequeno de leite deite o sumo de um limão pequeno e aguarde dez minutos)
4 colheres de sopa de água morna
90 gr de coco ralado
90 gr de margarina derretida
Framboesas frescas q.b.


Preparação:Numa tigela colocar o coco, o flower power e misturar com a água morna .
Misture, noutro recipiente, a farinha, o fermento e o sal. Com a batedeira bata os ovos com o açúcar até obter uma mistura esbranquiçada e fofa. Adicionar depois o buttermilk alternando com a farinha e envolver. Por  fim, juntar a mistura de coco e a margarina misturando bem. Deite uma pequena camada de massa na forma  (rectangular)e deite por cima as framboesas e cubra novamente com o resto da massa. Decore com mais framboesas enterrando-as na massa levemente. 
Levar a forno pré-aquecido a 180ºC numa forma rectangular já  untada e polvilhada com farinha, por 35 a 40 minutos.





Pudim de Água

Um pudim delicioso e que apesar de leve é muito aromático.
Experimentem!



10 gemas
1 litro + 7 dl, de água
180 g. de farinha
300 g. de açúcar
1 pacotinho de açúcar baunilhado Vahiné (7.5 g)
1 pau de canela Margão
1 anis estrelado Margão
Casca de 1 limão
Casca de 1 laranja





No robot Cuisine Companion:
Lave a laranja e o limão e retire-lhes a casca (sem a parte branca).
Coloque na taça com o acessório misturador, um litro de água, o pau de canela, o anis estrelado e as cascas dos citrinos. Aqueça na Vel.3/90 ºC/15 min. Retire da taça, coe o liquido e reserve-o.
Coloque agora o acessório batedor, os 7 dl de água restante, as gemas, o açúcar, a farinha e misture na Vel.5/1 min.
Programar agora a Vel 5/90 ºC/15 min. Após 30 segundos, junte a calda quente que havia reservado, pelo orifício da tampa.
Após terminar o tempo de cozedura, misture o pudim por 30 seg/Vel.7 para o homogeneizar.

Modo tradicional:
Leve ao lume o litro de água com o pau de canela, o anis estrelado e as cascas de citrinos.
Assim que ferver, retire do lume e deixe que arrefeça, reservando.
Bata bem as gemas com o açúcar e a farinha. Junte depois os 7 dl de água restantes e mexa bem.
Junte também o litro de água (já coado), que retirou do lume e coado, à mistura de gemas, mexendo sempre.
Leve ao lume a engrossar, enquanto vai mexendo para que não pegue ao fundo ou ganhe grumos.


Deite o pudim numa taça ou divida-o por tacinhas e leve ao frigorífico, por pelo menos 1 hora.
Na hora de servir, cubra o pudim com açúcar granulado ou mascavado e caramelize, utilizando um maçarico de cozinha ou ferro em brasa.







Leite Creme de Abóbora e Cardamomo

Quando vi esta receita de papas de abóbora no blog da querida Margarida o "As Doces Iguarias da Magy", achei muito interessante e era algo que nunca tinha feito.
Adaptei e fiz algumas alterações à receita (espero que a Margarida não leve a mal), e resultou não numas papas, mas num leite creme igualmente delicioso. Espero que gostem também.
Beijinho Margarida não fosses tu, e não tinha provado esta maravilha!





500 g de abóbora, cozida e bem escorrida
700 ml de leite
Casca de 1 laranja
1 pau de canela
2 sementes de Cardamomo (parte interior)
250 g de açúcar
2 c. de sopa de maizena
3 gemas
Canela para polvilhar




Numa panela coloca-se a abóbora previamente cozida, com meio litro de leite, o pau de canela, as sementes de cardamomo esmagadas e a casca de laranja. Leva-se ao lume para que ferva.
Aos poucos, acrescentar o restante leite onde se desfez a maizena, as gemas e o açúcar mas mexendo sempre, até engrossar o suficiente.
Retirar o pau de canela e a casca de laranja e se for preciso triturem um pouco, para ficar mais cremosa.
Deitar em pratos ou taças e polvilhar com canela a gosto.

Tarte de Amêndoa

Andava para fazer esta tarte à imenso tempo mas havia sempre qualquer coisa que adiava esse acontecimento. Ao ver um dia destes, a tarte de uma amiga no facebook, não perdi tempo e fui fazê-la, antes que algo surgisse e de novo adiasse este momento. Ainda tive a generosidade dela, que me facultou a receita, eu só fiz umas ligeiras alterações e adaptei à bimby.
 Obrigada Titá, nem sei que te diga.....maravilhosamente boa!






Massa
200 g de farinha
1 c. de chá de fermento
150 g de açúcar
100 g de manteiga de amêndoa 
2 ovos

Cobertura:
150 g de amêndoa laminada
100 g de açúcar
100 g de manteiga
60 g de leite






Pré-aquecer o forno a 180º C.
Coloque todos os ingredientes da massa, no copo da bimby e programar 15 seg./Vel. 6.
Coloque a massa na tarteira e leve ao forno por 20 minutos.
Enquanto isso faça a cobertura, colocando todos os ingredientes no copo. Programar 90º/8min./Vel. Colher Inversa.
Cubra a massa com a amêndoa e leve de novo ao forno até ela alourar.
Deixar arrefecer por 10 minutos antes de desenformar.



Uma massa macia e húmida e a cobertura crocante, fazem desta tarte uma deliciosa maravilha...

Bolo Rei Cítrico com Marmelada e Frutos Secos


Um Bolo-rei delicioso, fofo e diferente mas é aquele de que todos gostamos cá em casa. Além disso, nada como algo caseiro para festejar o Dia de Reis, que ontem se comemorou, verdade?
Em vez das frutas cristalizadas, usei os frutos secos e a marmelada e, ao seu sabor para além dos cítricos, usei também o gengibre. Como toque final, adicionei à massa algumas sementes de papoila.
Espero que gostem desta receita que serviu também para participar no passatempo da Vaqueiro no Facebook e que (acabei agorinha mesmo de saber) tive a sorte de ganhar Yupiii!





100 ml de leite morno
20 g de fermento de padeiro fresco
430 g de farinha sem fermento (tipo 55)
80 g de Vaqueiro líquida 
80 g de açúcar
1 ovo e 2 gemas
1 pitada de sal
Raspa de limão
Raspa de laranja 
Sumo de meia laranja
Raspa de um pedaço de gengibre fresco
1 c. de sopa, de aroma de baunilha
1 c de café, de sementes de papoila 
Avelãs, caju, amêndoas, alperces e cranberries secos e passas q.b
Vinho da Madeira (meio doce)
1 Gema para pincelar
Rectângulos de marmelada
Açúcar em Pó





Desfazer o fermento no leite, reservar.
Picam-se ligeiramente os frutos secos e as passas e põem-se a macerar num pouco de vinho da Madeira ou Porto (dica da Elsa). Reserve.
Numa tigela, coloque a Vaqueiro líquida, o aroma de baunilha, as raspa dos citrinos e do gengibre, o sumo de laranja e o ovo e as 2 gemas, previamente batidos.
Junte a mistura de leite e fermento, a farinha, o açúcar e o sal.
Amasse bem todos os ingredientes, tape e deixe levedar por cerca de 2 a 3 horas.
Findo esse tempo, retirar a massa para uma superfície enfarinhada. Junte metade dos frutos secos assim como as sementes de papoila e envolva tudo na massa, amassando-a mais um pouco.
Num tabuleiro de ir ao forno, coloque um tapete de silicone ou papel vegetal.
Aqui neste passo, usei mais uma vez uma dica de uma amiga muito talentosa a Elsa e, depois de dar à massa a forma de coroa levei ao forno a 50º C, a levedar por cerca de meia hora.
Pincelar depois o bolo com a gema de ovo, decorar com as restantes passas e frutos secos e pedaços de marmelada.
























Aumentar agora a temperatura do forno para os 180º C, e deixar cozer o bolo-rei por cerca de 20/25 minutos (vai depender de cada forno).
A 5 minutos do fim do tempo de forno, colocar o açúcar em pó e mais alguns pedaços de marmelada.

Uma delicia!

Lombos de Pescada ao Vapor com Lima e Chili

Uma receita deliciosa, simples e saudável, onde usei a Tampa-flor da Kochblume:

Lombos de Pescada ao Vapor com Lima e Chili






 2 lombos de pescada (ou de outro peixe a gosto)
3 dentes de alho picados
3 colheres de sopa de sumo de limão
5 malaguetas (usei verdes e vermelhas)
1/2 Caldo de galinha
Água q.b.
1 colher de chá de açúcar
Coentro frescos picados
Rodelas finas de lima, para guarnecer

1 ramo de tomilho






Uma hora antes, tempere os lombos de pescada com sal e pimenta.
Numa tigela pequena, misture os alhos picados, o sumo de limão, as malaguetas em rodelas e uma pitada de açúcar.
Leve um tacho ao lume com água e a metade do caldo de galinha e tape com a tampa flor. Assim que ferver, coloque sobre ela o peixe, o ramo de tomilho e regue com o molho de alho e limão. Tape com uma tampa de vidro ou a do microondas , e deixe cozer a vapor por 12 a 15 minutos, ou até que o peixe esteja ao seu gosto.



Sirva o peixe de imediato, juntamente com um pouco do caldo e polvilhado com os coentros, mais algumas malaguetas e as rodelas de lima a guarnecer.
Acompanhei também com arroz basmati, servido à parte.


Espero que gostem da sugestão!