Pin It button on image hover

Bolo de Figos

No fim de semana passado, fui à terra do marido onde vivem os meus queridos sogros.
As saudades da família são sempre muitas e além disso, as figueiras esperavam-nos carregadinhas.
Trouxe tantos figos, que logo devorámos uns quantos mas outra ideia, era a de fazer um bolinho rapidamente e enquanto ainda estavam bonitos pois infelizmente, são muito frágeis, não se conservando mais do que 3 dias no frigorífico.
Fica aqui então uma deliciosa sugestão, para os gastarem sem ser no vulgar doce ou em conserva.
Um bolo rico, saboroso, muito aromático e de textura fofa e húmida...





200 g de manteiga, amolecida
1 cháv. de mel (ou açúcar mascavado)
3 ovos
2 cháv. de puré de figo (retire a pele e triture a polpa)
1 c. de chá, de raspas de baunilha
3 cháv. de farinha peneirada
1 c. de chá de canela
1 c. de chá, de noz-moscada ralada na hora
2 c. de chá, de bicarbonato de sódio






Na Cuisine Companion:
Pré-aquecer o forno a 180º C. Unte e forre uma forma redonda, com papel vegetal.Reserve.
Colocar na taça, com o acessório batedor, a manteiga e o mel (ou o açúcar mascavado). Bater, programando a Vel.7/30 segundos.
Programar agora a Vel.6/50 seg. e vá adicionando os ovos,um a um, o puré de figos e a raspa de baunilha.
Juntar a farinha, a canela, a noz-moscada e o bicarbonato de sódio e programar Vel.5/40 seg.
No fundo da forma, previamente untada e forrada com papel vegetal, colocar fatias de figo e por cima colocar a massa.
Levar ao forno pré-aquecido a 180ºC por cerca de 45 minutos.


Modo Tradicional:
Bata a manteiga com o mel, utilizando uma batedeira com o acessório da pá.
Adicione os ovos, um de cada vez, e depois o puré de figo e a raspa da baunilha.
Misture a farinha, a canela, a noz-moscada e o bicarbonato de sódio.
Aos poucos, adicionar lentamente a farinha, envolvendo delicadamente.
Deite a massa na forma reservada e leve ao forno a cozer por 45-50 minutos, ou até que ao inserir um palito no centro do bolo, este saia limpo
Desenforme, e deixe arrefecer sobre uma grade.


Migas à Alentejana com Carne de Porco

Uma versão simples de um prato tradicional e que é simplesmente delicioso.
Fiz na minha Cuisine Companion...




700 g de carne porco (já cortada em cubos)
70 g banha de boa qualidade
20 g azeite virgem-extra Oliveira da Serra
2 c. sopa de massa de pimentão caseira
3 dentes alho
Sumo de 1/2 Limão
1 molho de coentros, picados Aromáticas Vivas
Sal q.b.
4 batatas, cortadas em cubos
5/6 fatias de pão duro, alentejano





Envolva na carne, a massa de pimentão e os alhos picados e sal (apenas se necessário) e reserve por algumas horas.
Na taça com o acessório misturador, coloque a banha de porco e o azeite assim como a carne que esteve a marinar e programar 130º/Vel.l/35 min.
Colocar o pão alentejano partido aos bocados numa tigela, e amolecer com um pouco de água quente.
Após retirar a carne da taça e parte da gordura, coloque agora o pão bem escorrido na restante gordura (aqui na quantidade de gordura a deixar na taça, foi a olho e vai depender se as querem mais sequinhas ou mais moles). Junte também os coentros picados e programar depois 4 min /130º/ Vel 2.
Se após esse tempo acharem que ainda não estão bem sequinhas, programar mais um minuto.
Tempere a carne com sumo de limão e mais coentros frescos picados e sirva com as migas e a batata previamente frita em cubos (eu fritei na Actifry).

Pickles de Curgete e Cebola








1 curgete grande
1 cebola pequena
2 c. de sopa de sal
2 cháv. de vinagre de cidra
1 cháv. de açúcar de cana
1 1/2 c. de chá de sementes de mostarda
1 c. de chá de cúrcuma/açafrão
1 c. de chá de pimenta rosa em grão





Lave e corte a curgete em fatias bem finas, com a ajuda de uma mandolina (eu usei a daBorner), de seguida, faça o mesmo à cebola.

Numa taça larga e funda, coloque ambas e adicione o sal, agua q.b e 3 pedras de gelo, até cobrir os legumes. Envolva bem e reserve, por cerca de uma hora.
Enquanto isso, misture o vinagre com o açúcar, as sementes de mostarda, a pimenta rosa e a curcuma e leve ao lume por cerca de 3/4 minutos. Retire e reserve até que fique morna.
Transferir os pedaços de curgete e de cebola para os frascos assim como a salmoura de vinagre e açúcar, até cobrir bem os legumes. Fechar bem os frascos e guardar os pickles no frigorífico.

Dica: Aconselho a que deixem por pelo menos um dia ou dois antes de abrir e servir, de modo a que ganhem todo o sabor.
Conservar no frio, até duas semanas.


Filhoses/Roscas de Massa Choux

 Adorei estas pequenas delicias e não vi a hora, de as partilhar aqui para todos vós.
Com esta massa, fiz duas versões, uma no forno (lado esquerdo) ou roscas e a versão fritas (lado direito) tipo filhoses. E desenganem-se, se pensam que ficaram melhor as feitas no forno, ah pois é, acreditem que ficaram igualmente deliciosas e nada gordurosas (o brilho que podem ver nelas é da cobertura).




1 cháv. de bebida de soja Shoyce
6 c. de sopa de manteiga
2 c. de sopa de maple syrup (ou de açúcar)
1 cháv. de farinha
3 ovos grandes
2 claras de ovo
Raspa de 1 limão
1 pitada de sal

Cobertura:
2 c. de sopa, de sumo de limão
50 g de açúcar em pó



Coloque na taça da Cici, a lâmina amassar/triturar. Colocar dentro a bebida de soja, a manteiga, o maple syrup (ou o açúcar) e a pitada de sal. Programar 5 min/90º/Vel.4.
Adicione depois a farinha e a raspa de limão e seleccionar 15 seg/Vel.6.
Espere 10 minutos, para que baixe um pouco a temperatura.
Após esse tempo, seleccionar a Vel. 6 enquanto vai adicionando aos poucos, pelo orifício da tampa, os ovos e as claras, ligeiramente batidas.
Coloque depois a massa num saco de pasteleiro com o bico em ponta de estrela ou outra da sua preferência, e coloque pequenos círculos de massa no óleo bem quente, para que fritem até dourarem de ambos os lados.
Retire e coloque-os sobre papel absorvente, para assim remover todo o excesso de óleo.


Como mencionei acima, eu fritei metade desta massa (foto acima) e, com a restante, fiz igualmente círculos, mas coloquei num tabuleiro de ir ao forno, forrado com papel vegetal.
Levei ao forno a assarem a 200ºC por 5 minutos. Reduzi depois o calor para os 180º e assei por mais 15 minutos ou até que ficassem dourados.
Desligue o forno, abra a porta e deixe as roscas a descansar lá dentro, por mais uns minutos antes de as remover.


Entretanto faça a cobertura, juntando as 2 colheres de sopa de sumo de limão com as 50 g de açúcar em pó e mergulhe ou coloque pequenos pingos, sobre as filhoses e roscas.
Depois é só desfrutarem destas pequenas maravilhas...

Baguetes

Desde que obti esta forma especial para baguetes, que andava desejosa de fazer e experimentar, uma receita que não fosse muito complicada embora saiba, que quando se trata de fazer pão, a massa adora o seu tempo de pausa e de levedar o mais tempo possível.
Esta receita, retirada e adaptada daqui, achei ser a perfeita para esta estreia e o resultado.... não podia ser melhor!






500 g de farinha
350 g de agua morna
1/2 pacotinho de fermento seco (4 gr)
1 pitada de sal






Misture a farinha com a água e deixe a descansar por cerca de meia hora.
Incorpore depois o fermento e o sal, e amasse ligeiramente para os integrar bem na massa.
Cubra com um pano e deixe em repouso por cerca de 15 minutos.
Passado esse tempo, amasse mais um pouco a massa (ela vai estar pegajosa mas é mesmo assim). Estique e dobre depois em quatro e tape novamente com um pano, deixando em repouso por mais 45 minutos (todos estes tempos são importantes, quando falamos de massa de pão).
Divida depois a massa em duas partes iguais, sobre uma superfície levemente enfarinhada e dar a ambas a forma de baguettes.

Coloque-as no tabuleiro próprio para este tipo de pão (foto abaixo), e deixe agora a repousar por mais uma hora.

A meio desse tempo ( meia hora), ligue o forno a 250ª C.
Assim que estiver quente, coloque dentro, uma bandeja com água bem fria e feche o forno
Faça agora pequenos cortes nas baguettes, borrife-as com água e baixe o forno para os 220ºC.
Coloque o tabuleiro na parte mais baixa do forno e deixe que cozam, por 15 minutos.
Após esse tempo, retire o tabuleiro da água e coloque agora o pão, no centro do forno a cozer por mais 10 minutos (mas aqui o tempo vai depender se gostam delas mais tostadinhas ou mais mal cozidas).
Assim que estiver a vosso gosto, apagar o forno e deixar que arrefeçam lá dentro (cerca de 10-15 minutos).
Retirem, e deliciem-se com uma bela baguette, bem quentinha e crocante.


Beijinho e uma Feliz Semana para todos!

Pudim de Amêndoa com Baunilha e Caramelo

Este pudim é simplesmente delicioso. Espero que o façam e possam assim saboreá-lo também!




500 ml de leite
3 ovos grandes
120 g de amêndoa moída
150 g de açúcar
70 g de amido de milho (uso Maizena)
Raspa de uma vagem de baunilha
Caramelo líquido



Coloque na taça da Cici, com a lamina misturadora, todos os ingredientes. Seleccionar o programa sobremesas durante 7 min./100 °/Vel.6.
Coloque o creme em forminhas ou numa tigela, e deixe que arrefeçam.
Guarde no frigorífico, por pelo menos 3 horas antes de servir.
Sirva regado com o caramelo liquido.

Sopa Simples de Peixe com Tomate e Pevide

Quem pode resistir a uma sopa caseira de peixe? Esta é deliciosa, cheia de sabor e muito reconfortante. Deixo-vos o desafio para experimentarem...

Foto de Receitas para a Felicidade.




4 postas de cação/tintureira (também podem usar outro peixe a gosto)
1 cebola grande
2 dentes de alho
1 alho francês
1 folha de louro
1 malagueta fresca
2 pés de salsa
2/3 pés de coentros picados
1 pitada de sal
Q.b de água
3 tomates maduros
½ pimento vermelho
1 cenoura
3 c. de sopa azeite
100 g massa pevide
Q.b. de sal e pimenta






Num tacho, coloque água e leve ao lume a ferver. Junte o peixe e assim que ferver de novo, baixe o lume e coza-o por mais 3 minutos.Retire o peixe e reserve a água.
Descasque a cebola e pele o tomate, limpando-o de sementes e corte-o em pedaços. Lave o pimento, elimine as sementes e as peles brancas e corte-o em cubinhos. Pele as cenouras e corte-as em rodelas finas.
Leve ao lume numa panela o azeite e a cebola e deixe refogar um pouco até que fique transparente, junte depois a parte branca do alho francês, as rodelas de cenoura, a salsa e os dentes de alho, picados.
Tape e deixe cozinhar até os legumes estarem moles. Junte o tomate e o pimento, volte a tapar e cozinhe por mais 15 a 20 minutos em lume brando, mexendo de vez em quando.
Junte a água onde cozeu o peixe, rectifique temperos (sal e pimenta moída na hora) e adicione um pouco mais de água caso achem necessário. Assim que ferver triture a sopa ligeiramente e junte a massinha pevide, mexa e deixe cozer por 10 minutos.
Entretanto retire a espinha ao peixe e e parta-o em pedaços, não muito pequenos
Quando a massa estiver cozida, junte os coentros picados e os pedaços de peixe à sopa, rectifique de novo os temperos e apague.
Sirva de imediato com pequenas tostas ou pão torrado..

Foto de Receitas para a Felicidade.

Cheesecake de Figos e Presunto

Com este calor que se tem sentido, resolvi partilhar hoje esta receita deliciosa e que faz uma entrada também ela muito vistosa. Já levei para a praia e posso dizer que fez um enorme sucesso.
Faz-se em poucos minutos e come-se noutros tantos, de tão bom e fresquinho que é....






500 g de ricotta
150 g de presunto picado
4/5 figos em pedaços
1 broa de milho (300 g de miolo)
5 c. sopa, de creme de soja Shoyce
1 dente de alho
Coentros e azeite q.b.
Sal q.b.
1 c. sopa de grãos de pimenta rosa Margão
Q.b de pimenta preta, moída Margão


Inspirei-me aqui

Base:Triture no processador, o miolo da broa com o dente de alho, o creme de soja, os coentros e o fio de azeite. Calque este preparado, numa forma de fundo amovível até ficar bem compacto.
Leve ao congelador, enquanto prepara o resto.

Esfarele o queijo ricota e tempere de sal e com as pimentas.
Junte o presunto em pedacinhos e os figos também em pedaços e envolva bem na ricotta.
Deite o preparado por cima da base, alise bem e leve ao frigorífico até à hora de servir.



Espero que experimentem esta receita, beijinho!

Tortas de aceite/Bolachas Crocantes de Azeite

Hoje trago-vos uma receita de “nuestros hermanos” queridos.
Confesso que primeiro o que mais me atraiu, foi o seu aspecto rústico, já depois de as provar, fiquei também rendida ao seu sabor.
Perfumadas e bem crocantes, aqui fica a minha sugestão de hoje…




50 g de azeite
Casca de um limão
1 anis estrelado
200 g de farinha
1 pacote (7g) de fermento seco
80 g de água morna
15 g de acúcar
1 pitada de sal
Açúcar para polvilhar






Deite na taça, com a lamina de amassar/triturar, o azeite, o anis estrelado e a casca fina de limão.
Programar 4 min./100º/Vel.1.
Retire depois a casca de limão e o anis e junte os restantes ingredientes Seleccionar o programa de massas P2.
Deixe repousar, até a massa dobrar de volume.
Entretanto aqueça o forno a 220ª C.
Retire pequenas bolas de massa e depois, com a ajuda de um rolo, estenda-as bem finas e em forma de círculos. Polvilhe-as com um pouco de açúcar e coloque-as no tabuleiro do forno sobre tapete de silicone ou folha de papel vegetal.
Leve ao forno por 8/10 ou até ficarem douradinhas.

Beijinho e boa semana!

Sumo Detox de Beterraba e Gengibre

Dia um e dia de mais um desafio do grupo “Dia Um…Na Cozinha! O tema deste mês é sobre algo que agora está muito na moda e que, com mais ou menos polémica se fala nas revistas e na televisão.
Há também quem já não viva sem eles e pela net, fora encontramos mil e um, basta pesquisarem.

Sumos Detox, quem já não ouviu falar?
Pois bem, esta é a proposta que eu escolhi para este tema:

Sumo Detox de Beterraba e Gengibre

Com uma acção anti inflamatória, este sumo ajuda no bom funcionamento do sistema digestivo e para além disso, possui antioxidantes que combatem os radicais livres, prevenindo contra o envelhecimento da pele. É rico em pectina, um tipo de fibra que forma um gel no estômago, diminuindo e controlando o apetite e tem também fibras que ajudam na eliminação de toxinas e moléculas de gordura. Já o gengibre acelera o metabolismo, que faz o corpo queimar mais rapidamente as calorias.
Tudo boas razões para o irem já fazer, verdade?


Foto de Mariana Teixeira.






250 ml de água
Sumo de 1 limão
1 beterraba
1 maçã com a casca
1 cenoura
1 c. de sopa de sementes de Linhaça, Girassol e Abóbora Moídas, da Linwoods
1 c. de chá, de gengibre fresco ralado





Coloque tudo na liquidificadora, excepto as sementes e bata bem até tudo ficar em puré.
Coe o liquido e junte as sementes e bata de novo. Sirva de imediato.