Pin It button on image hover

Rosti com Ovo Escalfado e Poejos

Esta é uma receita tradicional da culinária suíça,mais propriamente do Cantão de Berna e está profundamente enraizado na cultura germano-suíça. Rösti significa literalmente "crocante e dourada" e consiste num prato de batatas que, depois de raladas são salteadas e levadas ao forno, até ficarem precisamente crocantes e douradas.
A receita que vos trago hoje é uma versão simples, mas que resulta num prato delicioso de exterior bem crocante e um interior bem macio e amanteigado. Aposto que vão adorar!!





700 g de batatas (usei batata normal e batata doce)
2 chalotas, finamente picadas
1 c. sopa de mostarda
2 c. de sopa de poejos picados Aromáticas Vivas 
1 pitada de sal e pimenta caiena
2 c. de sopa de óleo ou azeite
4 ovos, à temperatura ambiente
50 g de folhas de espinafre 

Acessórios:




Pré-aqueça o forno a 200 °C.
Descasque as batatas e rale-as com o ralador rosti da Borner.



Coloque-as sobre uma peneira e aperte firmemente para remover todo o excesso de líquido.
Coloque depois as batatas numa tigela grande e junte as chalotas picadas, a mostarda, os poejos picados e tempere a gosto, com sal e a pimenta caiena. Regue com uma c. sopa de azeite e envolva bem todos os ingredientes.
Numa frigideira anti-aderente, coloque o restante azeite ou óleo, e deixe aquecer bem.
Deite colheradas de batata e pressione suavemente, de modo a obter uma camada uniforme
Reduza o lume e cozinhe por 20 minutos ou até a base ficar dourada. Transfira a frigideira para o forno e deixe cozinhar por mais 15 minutos, ou até que o topo esteja também ele dourado e a batata crocante mas macia.
Entretanto, leve ao lume uma panela com água até esta ferver e coloque os ovos para escalfar (3 a 4 minutos).
Coloque o rosti num prato de servir, por cima coloque o ovo escalfado e sirva com as folhas de espinafre.

Caril Vegan de Abóbora com Leite de Coco

BOM DIA!
Lembram-se de quando vos falei AQUI do desafio da Knorr, em que nos propunha prepararmos uma semana de jantares vegan? Pois bem, se visitarem o site eles deixan-nos um menu super apetitoso e cheio de receitas saudáveis. Hoje Sábado, a proposta, era a de um Caril Vegan de Abóbora com Leite de Coco a que não resisti e tive que preparar.




Só vos digo que é uma verdadeira delícia...

Sintam-se desafiadas também, e preparem uma destas receitas vegan que nos propõe a Knorr e não se vão arrepender...
http://www.knorr.pt/receitas/mealplan





750 g de abóbora
2 cebolas roxas
1 dente de alho
1 c. de sopa de azeite Oliveira da Serra
1 c. de sopa de pasta de caril
2 cubos de Knorr Natura de Legumes
2 dl de água
1 frasco de feijão encarnado
100 ml de leite de coco Koala
Sal e Pimenta de moinho
Coentros Aromáticas Vivas






Corte e retire a casca da abóbora, remova fios e as sementes, e corte-a em cubos. Reserve.
Descasque e pique a cebola e o dente de alho e leve ao lume num tacho ou cocotte com o azeite, até alourar.
Junte a pasta de caril e mexa. Junte os cubos de abóbora, o Knorr Natura Legumes e a água. 
Tape e deixe cozinhar em lume brando, durante 10 minutos.
Finalmente, junte os feijões vermelhos escorridos e o leite de coco, tempere com a pimenta acabada de moer e rectifique de sal. Deixe ferver durante mais alguns minutos até a abóbora ficar tenra.
Na altura de servir, salpique o caril com os coentros picados na hora.


Beijinho e bom fim de semana!

Fofos de Limão

Chegam as tardes e noites frias e nada como ter um chá quentinho e um bolo para lhe fazer companhia.
Estes fofos vou já avisando, que desaparecem num instante!



5 ovos
1 iogurte natural (usei grego)
1+ 1/2 copo (do iogurte), de açúcar amarelo
2 copos de farinha
1 copo de amido de milho Maizena
120 g de manteiga, amolecida
Raspas de um limão
1 c. (chá) de extracto de amêndoa
1 c. (chá) de fermento em pó






Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Separe as gemas das claras e bata estas últimas até ficarem em castelo firme. Reserve.
Peneire as farinhas e o fermento para uma tigela.Reserve.
Unte com manteiga e forre com papel vegetal, uma forma quadrada ou rectangular.
Bata as gemas com o açúcar, o iogurte, as raspas de limão e o extracto de amêndoa e bata, até obter uma mistura cremosa e esbranquiçada.
Envolva aos poucos e delicadamente, as claras na mistura de gemas assim como as farinhas, até ficarem ambas bem envolvidas na mistura.
Verta a massa na forma, e leve ao forno a cozer, por cerca de 25 a 30 minutos.
Deixe arrefecer e decore com açúcar em pó e lascas de casca de limão.

Solha com Crosta de Amêndoa

O peixe, embora não pareça e nem apareça, muitas vezes aqui no blog, é habitual aqui em casa, pelo menos uma a duas vezes por semana.
Aqui fica uma sugestão de que gostamos bastante...






Solha em filetes
Sal e pimenta preta moída Margão
Sumo de 1 limão
2 ovos
1/2 c. chá de mostarda Dijon
Farinha q.b.
150 g de amêndoas laminadas
Óleo para fritar





Tempere de véspera, o peixe com o sumo de limão, o sal e a pimenta.
Seque-o bem com a ajuda de papel absorvente e passe os filetes por farinha, pelos ovos (batidos com a mostarda de Dijon) e a amêndoa laminada.
Frite em óleo quente até dourar mas vá vigiando o lume para que a amêndoa não queime.
Acompanhe com uma salada de rúcula e tomate.




Beijinho e boa semana para todos!

Lombinho de Porco com Molho de Mostarda

Delicioso, suculento e um molho espectacular...Um prato que só podia estar perfeito ou não tivesse sido ele cozinhado a vapor.
Espero que gostem e experimentem!




1 lombinho de Porco, com cerca de 400g
2 c. de sopa de molho Teriyaki

Caldo:
50 g de azeite
1 cebola, em quartos
2 dentes de alho
1 cenoura
2 c. sopa de polpa de tomate
1 c. de sopa de vinagre de arroz
1 c. de sopa de açúcar mascavado
1 folha de louro
1 caldo de legumes Natura Knorr
1 litro de água

Molho:
500 g do caldo coado
50 g de manteiga
40 g de farinha
2 c. de sopa de Mostarda de Dijon com Mel
Sal e pimenta q.b.
Tomilho q.b. Aromáticas Vivas






Pincele o lombinho com o molho teriyaki. Reserve por uma a duas horas.
Na taça da Cuisine Companion, com a lâmina amassar/triturar, coloque o azeite, a cebola, a cenoura, os alhos e a polpa de tomate. Triturar grosseiramente por 20 seg/Vel.8. Raspe as paredes da taça, tapar novamente e programar 5 min/120º/Vel 3.
Colocar na taça, os restantes ingredientes para o caldo: o acúcar mascavado, o vinagre, a folha de louro, o caldo de legumes e a água. Feche a tampa e coloque a panela de vapor, onde entretanto já colocou o lombinho semi embrulhado em folha de alumínio.
Inicie a cozedura no programa de vapor P2/ 100º/35 min.
Retire depois a panela de vapor e reserve, mantendo o lombo na folha de alumínio.
Coe o caldo da taça, com a ajuda de um passador de rede fina. Reserve 500 ml do caldo da taça.

Molho:
Coloque a manteiga e farinha na taça e misture 10 seg./Vel.5. Programar depois Vel.3/100º/5min.
Adicionar 400 g do caldo coado, assim como do suco que se formou na folha de aluminio com o lombinho, e selecionar  100º/7 min./Vel.7.
Adicione mais um pouco de caldo (caso o molho esteja demasiado grosso), retifique de sal e pimenta e junte a mostarda Dijon. Programar mais 2 min./100º/Vel. 7.

Sirva o lombo fatiado, com o molho de mostarda e decorado com raminhos de tomilho.

Gratinado de Couve-flor no Micro-ondas

Não apetecendo ligar o fogão e nem o forno, juntam-se estes ingredientes e eis uma refeição cremosa e saciante, mais uma vez feita no meu Micro-ondas CookIn App da Candy...


 




2 cháv. de floretes de couve-flor
2 c. sopa de manteiga amolecida
3 c. sopa de natas
Sal e pimenta q.b.
3 c. sopa de queijo ralado (usei emmental)





Acessórios:
Micro-ondas Candy
MicroDelicia Tupperware

Para saberem mais sobre a Micro Delicia vejam este video:



Se quiserem adquirir este e outros produtos Tupperware, basta falarem com a minha querida amiga Claudiaenviando-lhe e-mail para tupper.historias@gmail.com






Misture a couve-flor com a manteiga as natas e tempere de sal e pimenta. Leve ao micro-ondas na temperatura máxima, por cerca de 20/25 minutos, ou até ficar macia. Retire do micro-ondas e com um garfo esmague ligeiramente a couve-flor. Rectifique de  sal e pimenta, e junte o queijo ralado.
Leve de novo ao micro-ondas por mais 2 a 3 minutos ou até que o queijo fique derretido.
Sirva de imediato!

Nada mais simples verdade?

Dourada no Forno com Legumes e Castanhas, em Molho Teriyaki

Deliciosa esta dourada, um peixe que aqui em casa todos apreciam. Esta sugestão é mais uma maneira de a fazerem aí em casa.



2 batatas doces
2 douradas
1 cabeça de alhos
1 cebola branca
Tomates cereja q.b.
1 cenoura
1 alho francês, parte branca
1 cháv. de castanhas, sem a casca e a pele
1 curgete
3 c. sopa de Molho Teriyaki Kikkoman
1 boa pitada de sal Loja do Sal
Azeite q.b. Extra-virgem Oliveira da Serra
3 quartos, de limão em conserva






Comece por lavar bem as batatas a cenoura e a curgete e cortar em quartos e/ou em metades.
Corte também a cebola em quartos, mas deixe inteira a cabeça de alhos.
Pré-aquecer o forno a 200º C.
Numa travessa de ir ao forno, coloque no fundo, o alho francês ás rodelas e um fio de azeite. Por cima coloque as douradas, abertas ao meio e previamente limpas. Coloque dentro, o limão em conserva e ao redor, a batata doce, os tomates cereja, a curgete, a cenoura, a cebola, as castanhas e a cabeça de alhos.
Pincele o peixe e os legumes com o molho Teriyaki e tempere de sal.
Leve ao forno a assar, por cerca de 40/45 minutos. A meio do tempo, virar os legumes e o peixe, e pincelar de novo com o molho Teriyaki e rectificar de sal. (se estiver muito seco, regue com um fio de azeite).

Feijoada à Minha Moda

Confesso que não é daqueles pratos que se fazem muitas vezes aqui em casa, mas de vez em quando sabe muito bem, pois é deveras reconfortante.
Esta feijoada é um pouco à minha moda, e que aprendi com a minha querida mãe...







350 g de feijão vermelho, seco
300 g de entrecosto
100 g de toucinho
1 chispe de porco
200 g de vitela, para estufar
1 chouriço de carne
1 cebola grande, picada
2 dentes de alho, picados
1 folha de louro
Azeite q.b.
2 tomates maduros, em pedaços e sem sementes
1 cálice de vinho branco
1 couve lombarda, pequena e ripada
2 cenouras, em cubos
1 caldo Natura de legumes Knorr
1 malagueta


Acessórios:
Mandolina Borner




De véspera, coloque o feijão a demolhar em água.
Limpe bem e arranje o entrecosto, o toucinho, a vitela e o chispe e tempere com sal grosso e deixe também de um dia para o outro, reservando no frigorífico.
No dia, leve o feijão e as carnes a cozer, em água temperada de sal, um fio de azeite e a folha de louro,  (eu cozi tudo na panela de pressão).



Panela de Pressão Simple Evinox

Assim que tudo estiver cozido, retire e reserve.

Com a mandolina Borner ripar a couve lombarda. Reserve.



Faça um refogado com o azeite, a cebola e os dentes de alho picados. Junte o louro e a malagueta e, assim que a cebola estiver translucida, junte os tomates. Deixe refogar um pouco e junte as carnes cozidas, o feijão e um pouco do caldo da cozedura, de modo a ficar bem caldoso, e deixe cozinhar e apurar. A meio do tempo refresque com o vinho branco. Finalmente junte as rodelas de chouriço e a couve lombarda, rectificando de sal e pimenta, moída na hora. 
Quando esta estiver bem cozida e o molho apurado retire. Sirva com arroz branco.

Prato e Tigela Oficina da Formiga
Beijinho e um Bom Domingo!

Marmelada de Canela

Claro que o ingrediente principal é o marmelo mas ao adicionarmos a canela, tornamos esta marmelada ainda mais especial...





700 g de marmelos
500 g de açúcar para compotas
1 limão, sem pele e sementes
1 c. de sobremesa de canela em pó, Margão
4 g (2 pacotinhos) de agar-agar Vahiné






Na noite anterior, lavar e esfregar bem os marmelos. Corte-o em pedaços, retire a parte da pele mais feia, deixado a mais lisa e bonita. Retire também o centro. 
Coloque os marmelos na taça, com a lâmina amassar/triturar, e cubra com o açúcar. 
Deixe a macerar toda a noite.
No dia seguinte, deite na taça com os marmelos macerados, o limão e a canela e triture tudo por 20 seg./Vel.10. Com a espátula, baixe os restos agarrados ás paredes para baixo, coloque o cesto por cima, e programar 30 min./100º/Vel.5. 
A meio do tempo, retire a tampa, o cesto e mexa com  a espátula. Coloque de novo o cesto, tape e continuar o programa.
Polvilhe a marmelada com o ágar-ágar e seleccionar 15 seg./Vel.7.
Coloque novamente o cesto, tape e leve mais 15 min./130º/Vel.5.
No final e se quiser uma textura ainda mais cremosa, triture por 1 min./Vel.9.
Deixe arrefecer e coloque em tacinhas.