Pin It button on image hover

Carapaus Fritos com Arroz de Tomate e Legumes

Eu e o meu marido apreciamos imenso este prato e, embora simples e com receita que toda a gente conhece, nunca é demais a partilha!







1 cebola
2 dentes de alho
1 folha de louro
1 fio de azeite
1 embalagem de legumes para "Sopa Juliana"
1 kg de carapaus
Farinha de Milho q.b.
1 lata de polpa Bio de tomate Valfrutta
1 cháv. almoçadeira de arroz agulha
2 cháv. e meia, de água a ferver






Num tacho com um fio de azeite, colocar a cebola e o alho picados.

Levar ao lume e deixar refogar até dourarem e a cebola ficar translucida.
Juntar a lata de tomate e a folha de louro e deixar cozinhar por uns minutos, mexendo de vez em quando. Junte a água bem quente e assim que retomar fervura junte uma mão bem cheia de legumes. Tempere de sal e pimenta e deixe ferver até os legumes começarem a ficar tenros e só depois juntar o arroz. Cozinhar até ficar solto e cozido.
Entretanto tempere de sal e pimenta os carapaus (previamente limpos), e passe-os pela farinha de milho.
Leve ao lume um frigideira com óleo e, assim que este estiver quente coloque os carapaus a fritar. Servir com o arroz de tomate e legumes.


Beijinho e uma Feliz Terça-feira!

Tostas de Queijo Fresco com Beterraba

Uma entrada deliciosa e com o melhor dos queijinhos, da Tété pois claro!







Pickles de beterraba em vinagre de vinho tinto
ou uma beterraba cozida
Fatias de pão de forma, de abóbora com sementes
Azeite q.b.
1 queijo fresco de cabra Tété
1 pitada de sal e pimenta







  • Coloque as fatias de pão de forma a torrar na torradeira ou leve ao forno, até ficarem douradas e crocantes. Reserve.
    Entretanto, pique a beterraba em cubinhos e esfarele o queijo fresco com a ajuda de um garfo.
    Espalhe um pouco de queijo em cada tosta e tempere de sal e pimenta.
    Por cima coloque a beterraba em montinhos.
    Sirva de imediato!



    Espero que gostem da sugestão!
    Beijinho e boa semana!

    Pizza Caseira na Purifry

    Nada como uma pizza caseira e já tenho aqui algumas no blogue. A diferença é que esta, em vez de ir ao forno, coloquei-a na fritadeira Purifry da RussellHobbs e ficou mesmo apetitosa!







    400 gr de farinha
    25 cl de agua morna
    20 g de fermento padeiro, fresco
    2 c. de sopa de azeite
    1 pitada de sal
    *Molho de tomate caseiro q.b.
    1cháv. de cogumelos frescos, laminados
    Rodelas de linguiça caseira, q.b.
    Tiras de bacon q.b.
    Queijo mozzarella ralado, a gosto







    Valfrutta - Polpa de tomate BIO*Molho de tomate caseiro: leve a refogar uma cebola com 2 dentes de alho (tudo bem picadinho). Junte a lata de polpa de tomate Bio da Valfrutta e tempere de sal e pimenta. Deixe refogar bem, até ficar um molho bem apuradinho, mexendo de vez em quando. A uns minutos do fim, junte um pouco de oregãos secos. Triture um pouco para ficar mais cremoso.

    Desfaça o fermento na água morna e junte um pouco de farinha. Deixe levedar 10 minutos.
    Peneire a restante farinha. Junte o sal, o azeite e o fermento e bata muito bem, até obter uma massa moldável e que se despegue das mãos. Dê à massa a forma de uma bola e cubra com um pano limpo de cozinha. Deixe a levedar por cerca de duas horas ou até que a massa dobre de volume.
    Divida-a depois em pequenas bolinhas (pode congelar parte da massa).
    Estenda a massa dando-lhe uma forma redonda e de modo a caber na cuba da purifry.
    Por cima coloque *molho de tomate caseiro, cubra com os ingredientes de que mais gostar (eu usei cogumelos, bacon e linguiça em rodelinhas). Por cima espalhe o queijo mozzarella a gosto.
    Seleccione 8 a 10 minutos na temperatura máxima (200ºC.)























    Espero que gostem da proposta e, sendo fim de semana, que tal colocarem as mãos na massa e preparem esta deliciosa pizza?
    Beijinho!

    Arroz Doce de Café com Pinhões

    Do melhor arroz doce que comi ultimamente,acreditem!!
    Fiz na Cuisine Companion e quis testar sobretudo o sabor a café que tanto aprecio. Só posso garantir que fica super cremoso e com um sabor inconfundível.
    Experimentem, pois não se vão arrepender...




    180 g de arroz carolino
    1 l de leite
    200 ml de água
    1 pau de canela
    1 pitada de sal
    200 g de açúcar
    2 c. sopa, de café instantâneo Nestlé
    Raspa de meia laranja
    1/2 cháv. de pinhões, ligeiramente torrados Frutorra
    Chantilly q.b, para decorar







    Na taça com o acessório misturador, deite o arroz, a água, o pau de canela e a pitada de sal. Cozinhe na velocidade 3 a 100 º C durante 5 minutos, sem a tampa de regulação de vapor.
    Do litro de leite, retire um copo e reserve-o. Deite o restante na taça, mexa com a espátula, tape e cozinhe a 95 º C durante 30 minutos (continuando sem a tampa de regulação de vapor).
    Quando terminar a cozedura, retire o acessório misturador, troque pelo acessório batedor e junte o açúcar, a raspa de laranja e o café, previamente desfeito no copo de leite reservado.
    Programar 1 minuto na vel. 4, apenas para envolver.
    Retire o pau de canela e deite o arroz doce em taças.
    Sirva bem fresco, decorado com os pinhões torrados e chantilly (opcional).



    Um beijinho, e mesmo com chuva (que também faz falta), um doce fim de semana!

    Leite de Açafrão

    O leite de açafrão é delicioso, rico em antioxidantes, com propriedades anti-inflamatórias, gorduras saudáveis e tem também o manganês e o ferro (encontrado no açafrão).
    O meu conselho é que o deixem estar ao lume o mais que puderem, de modo a ganhar o mais possível, sabor e intensidade e que o bebam enquanto quente...

    Copo da Colecção Froissés da Revol modelo Espresso/Cappuccino



    2 cháv. de leite de amêndoa
    1 pitada de flor de sal
    1 c. de sopa de mel
    1/2 c. de sopa, de óleo de coco
    1 c. chá de açafrão em pó
    1 pau de canela ou 1 c. de chá de canela em pó
    1 c. chá de gengibre fresco, ralado






    Leve ao lume, todos os ingredientes, até ferver. Reduza de seguida e deixe estar em lume muito brando, de modo a ganhar mais intensidade e sabor (até 10 minutos).
    Coe o leite,  e desfrute enquanto ainda quente.

    Couscous No Forno em Cebola Roxa

    Adoro couscous e esta sugestão de hoje, faz uma entrada bem deliciosa. Claro que podem sempre enriquecer este prato adicionando legumes, peixe ou carne mas desta vez eu optei por uma versão simples.






    4 cebolas vermelhas,
    1 kit Moroccan Tagine Glood (inclui molho, especiarias e couscous)
    200 ml de caldo de legumes
    2 c. de sopa de manteiga
    Sal, pimenta, azeite extra virgem q,b.
    6 a 8 figos


    Acessórios:








    Lavar cuidadosamente as cebolas em água corrente para remover resíduos de sujidade.
    Retire apenas uma das camadas exteriores, deixando as restantes e corte um pouco da base, de modo a conseguir que a cebola fique em pé. Corte a tampa superior das cebolas.Aconchegue-as numa travessa e junte 250 ml de água. Tempere com azeite, sal grosso e pimenta. Cubra as cebolas com as tampinhas e leve ao forno, pré-aquecido a 200° C., por cerca de 1 hora. Retire do forno e coloque-as num prato para que arrefeçam.
    Com a ajuda de uma colher de sobremesa e com o cuidado de não danificar o exterior da cebola, retire toda a polpa do interior.
    Numa frigideira, aqueça a manteiga juntamente com 1 colher de chá de azeite e junte a polpa da cebola, picadinha, deixando refogar por cerca de 5 minutos. Tempere de sal e pimenta, junte as especiarias do Kit, envolva e mexa por uns minutos.De seguida, junte o molho do kit., o cuscous e 200 ml do caldo de legumes que deve estar bem quente. Desligue o lume e cubra de imediato com uma tampa, deixando repousar por 8 a 10 minutos.
    Mexa com um garfo e recheie as cebolas. Tape com as tampinhas , junte os figos em metades e leve de novo ao forno, na mesma travessa, mas agora forrada com papel vegetal. Cubra com uma folha de papel alumínio e deixe por 20 minutos, em forno quente a 180 ° C.
    Sirva juntamente com os figos...


    ...espero que gostem.
    Beijinho e uma Feliz Quarta-feira!

    Creme de Couve-flor com Especiarias


    Neste mês de Novembro, considerado o mês Vegan, a Knorr, desafia os seus consumidores a prepararem uma semana de jantares vegan e para isso, deixa-nos com um menu semanal cheio de deliciosas sugestões e que podem consultar aqui:
    http://www.knorr.pt/receitas/mealplan







    No seguimento deste desafio, deixo-vos hoje a receita desta sopa deliciosa e reconfortante e onde usei os Natura da Knorr


    1 couve-flor, em floretes
    1 cabeça de alhos, mantendo-a inteira
    2 c. de chá de sementes de coentro
    2 c. de chá de sementes de cominho
    1 c. de chá de sementes de funcho
    3 c. de sopa de azeite
    2 chalotas, picadas
    500 ml  de caldo de legumes (usei o Natura Knorr , desfazendo-o em água a ferver)
    1 lata de leite de coco Koala
    1 cenoura, em lascas
    1 tomate seco em conserva Ponti, finamente picado








    Pré-aqueça o forno a 200ºC
    Leve a couve-flor a cozer em água fervente por 3 minutos. Retire e escorra bem.
    Num pilão, coloque as sementes e 2 c. sopa de azeite e esmague bem. 
    Envolva os floretes de couve-flor e a cabeça de alhos, na mistura de especiarias e azeite. Coloque numa assadeira e leve ao forno a assar por cerca de 20 minutos.
    Numa panela com o restante azeite, coloque as chalotas picadas a dourar e até ficarem macias. 
    Junte a couve-flor e os alhos assados (já sem as cascas), e refogue por mais 10 minutos.
    Junte 400 ml do caldo de legumes e o leite de coco e deixe que ferva, mexendo de vez em quando. Triture depois a sopa e leve de novo ao lume apenas para que ferva e apure mais um pouco. Rectifique de sal e, se ficar muito espessa, junte um pouco mais do caldo de legumes.
    Entretanto coloque as lascas de cenoura a fritar, até ficarem crocantes.
    Decore a sopa com os cubinhos de tomate seco e as lascas crocantes de cenoura, mesmo antes de servir.



    Beijinho e boa semana!

    Feijoada de Legumes

    Aqui pelo Porto (assim como por todo o país), tem feito um frio de rachar. E, com temperaturas tão baixas, nada como uma refeição daquelas bem reconfortantes e que aquecem até à alma. 
    E se ontem foi uma lasanha, hoje partilho esta apetitosa feijoada de legumes....



    1 cebola grande
    2 dentes de alho
    1 folha de louro
    50 ml de azeite
    2 tomates maduros
    80 ml de vinho branco
    300 ml de água
    1 cháv, de abóbora, cortada em cubos
    1 cháv. de couve Kale
    1 nabo, cortado aos cubos
    2 cenouras, cortadas ás rodelas
    1 pimento, em tiras
    1 couve lombarda, ripada a gosto
    1 caldo de legumes
    1 c. sobremesa de açafrão em pó
    1 malagueta
    Sal e pimenta q.b.
    2 latas de feijão manteiga, cozido
    Folhas de hortelã, para decorar e aromatizar
    Arroz branco para acompanhar







    Descasque a cebola e os alhos, corte a malagueta no sentido do comprimento e retire as sementes, o tomate pelado cortado ao meio e coloque tudo na taça com a lâmina para amassar/triturar.
    Pique na velocidade 11 durante 10 segundos.
    Troque a lâmina pelo acessório misturador, adicione o azeite, a folha de louro, o nabo e a abóbora em cubos, a cenoura ás rodelas e seleccione o programa Cozedura Lenta P1 durante 10 minutos.

    Junte o vinho branco, o açafrão, as tiras de pimento, o caldo de legumes e a água e seleccione o programa Cozedura Lenta P2, a 100ºC, durante 15 minutos.
    Lave a couve lombarda, rejeitando os caules mais duros e corte-a em pedaços de tamanho a gosto (eu gosto de encontrar a folha quase inteira). Junte à taça, rectifique de sal e pimenta e seleccione o Programa Cozedura Lenta P3, a 100ºC, durante 20 minutos. Adicione as latas de feijão com o seu liquido e a couve Kale e seleccione o programa Cozedura Lenta P3, a 100ºC, durante 10 minutos.
    Sirva a feijoada, decorada com as folhas de hortelã e arroz branco a acompanhar.


    Beijinho e um óptimo fim de semana!

    Bolachas de Amêndoa e Laranja com Sementes de Funcho

      Uma receita simples e pratica da Martha Stewart que achei deveras interessante no que toca a ingredientes e ás quais não resisti a experimentar.
      Finas, amanteigadas e ao mesmo tempo bem crocantes, estas bolachas ganham em sabor e tudo graças ás sementes de funcho, que fazem aqui toda a diferença...
      Difícil, difícil, foi que saíssem redondinhas, pois confesso que no tabuleiro umas pegaram-se ás outras, mas depois, quando as provamos, esses aspectos negativos passam a ser em definitivo, um mal menor, e dos quais nem nos lembramos mais....








      ½ cháv. de amêndoas Frutorra
      ¾ c. de chá de sementes de funcho
      4 c. de sopa de manteiga sem sal
      ¼ cháv. de açúcar
      3 c. de sopa de mel
      ½ c. de chá de sal grosso
      ¼ cháv. de farinha de trigo
      1 c. de sopa de raspas de laranja

      Acessórios:
      Processador Russell Hobbs







      Pré-aqueça o forno a 190ºC, coloque o tabuleiro na parte intermédia ou inferior, do seu forno
      No processador, coloque as amêndoas e as sementes de funcho, até ficarem picadas grosseiramente.. Transfira a mistura para um tacho e junte a manteiga, o açúcar, o mel e o sal.
      Leve a lume médio até ferver, enquanto vai mexendo. Após entrar em ebulição, deixe ferver por um minuto e retire.
      Junte a farinha e a raspa de laranja e mexa bem, para envolver todos os ingredientes e conseguir numa massa solta. Deite colheradas de massa (deixe um intervalo grande entre elas de modo a não se pegarem umas ás outras),num tabuleiro forrado com papel vegetal ou use um tapete de silicone.
      Leve ao forno, até ficarem bem douradinhas nas bordas (cerca de 6 a 8 minutos).
      Retire, e deixe que arrefeçam sobre uma grade.



      Beijinho e uma doce Terça-feira!