Pin It button on image hover

Limonada de Cereja

O Verão anda confuso, mas nada nos impede de uma bebida refrescante e deliciosa, como esta limonada carregadinha de vitaminas...




200 g de cerejas (usei do Continente Selecção e que eram do Fundão)
5 a 6 limões sumarentos
Água q.b.
Folhas frescas de hortelã



Num espremedor de citrinos, preparar a limonada, espremendo bem todos os limões.
Entretanto, coloque as cerejas no liquidificador e triture bem. Junte um pouco da limonada para que triture mais facilmente.
Retire e junte ambos numa garrafa. Junte a água fresca e adoçe a gosto.
Sirva de imediato, decorado com as folhas de hortelã!



Beijinho e Bom Domingo!

PS-Não estranhem se andar menos por aqui e me ausentar, mas espero tenham sentido saudades...quando regressar.

Sopas Secas com Hortelã


A receita de hoje é uma sobremesa tradicional aqui no norte de Portugal. Variando um pouco de terra para terra, é como o próprio nome o diz, feita com base numa economia de subsistência e em que é feito o aproveitamento do pão.
Uma das maiores curiosidades é que sendo uma sobremesa, as Sopas Secas Doces de tradição na região próxima do Porto, o pão era e é, normalmente mergulhado no caldo de cozer as carnes.
Eu, nesta minha versão e com as dicas da minha amiga Natália, fiz antes uma calda onde usei água, açúcar,vinho do Porto e canela como ingredientes principais. Espero que gostem e experimentem esta gulosa iguaria...




1 regueifa grande, com um ou dois dias
350 g de açúcar (usei amarelo)
700 ml de água
Raspa de 1 limão
1 cálice de Vinho do Porto
Folhas frescas de hortelã
Açúcar amarelo e canela em pó, Margão
2 gemas para pincelar
Raspa e sumo de meio limão







Pré-aqueça o forno nos 200º C.
Entretanto, corte a regueifa em fatias nem muito finas nem muito grossas ( com um a dois dedos de espessura).
Num tacho coloque a água, o vinho do Porto, o açúcar, o pau de canela e o sumo de meio limão. Retire do lume assim que obter uma calda leve, e junte então a hortelã. Reserve por uns minutos.
Numa taça,  misture cerca de meia chávena de açúcar amarelo com 2 colheres de sopa de canela mal cheias.
Forre o fundo de um prato de barro  com a mistura de açúcar e canela e depois vá dispondo as fatias de pão em camadas, enquanto as vai regando com a calda e polvilhando com mais açúcar e canela. Repita o processo, até terminar o pão. Regue bem a camada superior com a calda, pincele com as gemas e polvilhe de novo com mais um pouco de açúcar e canela.
Leve ao forno por 35 a 40 minutos, ou até o pão ficar bem dourado e tostadinho por cima.
Sirva com raspas de meio limão e decore com folhas frescas de hortelã (opcional).


Beijinho e bom fim de semana|

Pãezinhos Recheados com Chouriço e Queijo

É vê-los nas feiras medievais, nas festas e romarias e sempre que lhes sentimos o cheiro, é impossível resistir-lhes. Pois hoje, deixo-vos uma vez mais a receita de uns pãezinhos que ficam sempre deliciosos e em muito parecidos aos que vemos a sair dos fornos a lenha (só falta mesmo esse pormenor mas infelizmente nas casas modernas não são permitidos). Tirando isso, garanto-vos que vai fazer as vossas delícias e então se estiverem quentinhos, é vê-los a desaparecer do prato num instante...






1 saqueta de fermento seco de padeiro (usei da Condi) ou 15 g de fermento fresco
350 ml de água quente (mas não demasiado)
1 pitada de sal, a gosto
Chouriço de Porco Preto Alentejano, em rodelas q.b.
Queijo fatiado q.b. 





Coloque a batedeira com o gancho e coloque o complemento Balança e Peneira, de modo a pesar e peneirar para a taça, a farinha juntamente com o fermento.




Junte também o sal e aos poucos a água (se necessário junte um pouco mais), batendo até tudo ficar bem envolvido e a massa começar a descolar das paredes da taça.


Deixe a massa na taça, tapando a batedeira com um pano, e deixe a levedar por 2 a 3 horas.


Polvilhe a bancada com farinha, e divida a massa em pequenas partes iguais (eu dividi em 8).
Com um rolo de cozinha, estique cada pedaço de massa, dando-lhe a forma de rectângulo.
Coloque numa das pontas as fatias de chouriço e o queijo (ou coloquem só o chouriço) e enrolar.
Disponha os pães num tabuleiro de ir ao forno, forrado com papel vegetal e deixe a massa repousar por mais 30 minutos.
Polvilhá-los com um pouco de farinha e dar uns cortes na massa, usando uma faca ou tesoura de cozinha. Levar ao forno pré-aquecido a 180º C, por 25 a 30 minutos.


Beijinho e um bom fim de semana!

Pudim Flan Caseiro

Receita que vi no blogue O Pecado Mora Em Casa e que me deixou a babar e ansiosa por experimentar pois poucas são as receitas, em que uso leite evaporado.
Daí este flan, me chamar ainda mais a atenção e tenho a dizer que adorámos e foi devorado num instantinho...



                                 
100 g de açúcar
1 lata de leite evaporado
1 lata de leite condensado
3 ovos grandes
1 c. de sopa de aroma de baunilha (usei umas gotinhas de extracto de amêndoa)







Comece por fazer o caramelo, levando ao lume o açúcar na forma (usei a forma de pudim francês da Metalúrgica), até que atinja o tom de caramelo Retire do lume e forre bem a forma, fundo e lados com o caramelo.
Bata os ovos até ficarem em espuma e junte depois o leite evaporado, o leite condensado e o aroma de baunilha ou o extracto de amêndoa, até tudo ficar bem misturado.
Verta a mistura na forma e leve ao forno em banho-maria, colocando a forma num tabuleiro com água a ferver de modo a cobrir pelo menos um terço da forma.
Levar ao forno a 180ºC por cerca de 50 minutos ou até que este tenha a superfície firme ao calcar com um dedo.
Retire então do forno e deixe que arrefeça antes de levar ao frigorífico, por pelo menos 3 a 4 horas (eu fiz na véspera à noitinha, para servir como sobremesa no almoço do dia seguinte).


Beijinhos doces, esperando que gostem também da receita e experimentem!

Lombo de Porco com Ananás e Bacon

A carne de porco entra pouco ou quase nada na ementa cá de casa mas como Alentejana, de vez em quando não resisto a uma carne frita com pimentão (carne à alentejana) ou também à peça de lombo que normalmente gosto de rechear, para que fique mais suculenta.
Existem as mais variadas opções mas desta vez, saiu um recheio com ananás e o delicioso bacon da Primor.



1 lombo de porco
1 metade de um ananás, em rodelas e sem o centro
Naco de Bacon Extra da Primor, cortado em fatias finas
3 dentes de alho
3 dl de vinho branco
Azeite q.b.
1 c. de sobremesa de colorau Margão
1 folha de louro
1 raminho de alecrim
Sal e pimenta moída na hora Margão q.b.
1 limão
Fio de cozinha


Prato decorado e em barro Feira da Louça


Arranje o lombo, fazendo-lhe um corte no sentido do comprimento sem separar as metades, dando-lhe a forma rectangular. Tempere de sal e pimenta moída na hora.
Corte o ananás em meias rodelas e coloque-as sobre a carne, assim como algumas fatias de bacon. Feche, enrolando a carne sobre si e ate depois o lombo com o fio de cozinha. Disponha num tabuleiro de ir ao forno e reserve.
Numa tigela, coloque os dentes de alho picados, o azeite , o sumo de meio limão (reserve a outra metade e corte em quartos, para juntar ao assado),o vinho branco, o colorau e sal e pimenta a gosto. Envolva muito bem e regue depois o lombo com esta mistura. Junte a folha de louro, o raminho de alecrim e deixe a carne repousar e tomar gosto, por pelo menos 30 minutos.
Leve ao forno pré-aquecido a 180°C por 45 a 50 minutos, regando de vez em quando com o próprio molho e, se necessário junte também um pouco de água. Nos últimos 10 minutos, colocar sobre a carne mais umas fatias de bacon.
Servi com um arroz de forno, com cubinhos de bacon.


Beijinho e uma Feliz Terça-feira para todos!

Tarte de Cereja

Foi do Dona Bimby que trouxe a receita do recheio e claro que depois tive que fazer com ele, uma deliciosa Tarte de Cerejas...







Para o recheio:
6 chávenas de cerejas sem caroço (eu parti-as ao meio)
1/2 chávena de água
2 colheres de sopa de sumo de limão
135 gr. açúcar (2/3 chávena)
4 colheres sopa de amido de milho (maizena)
1/4 colher chá de extracto amêndoa

2 embalagens de massa quebrada




Comece por fazer de véspera o recheio e para isso leve a lume médio num tacho, as cerejas envolvendoas com o açúcar, o sumo de limão, a água e o amido de milho.
Deixar ferver, mexendo de vez em quando e, quando estiver a ferver, baixar o lume para o mínimo e deixar cerca de 10 minutos, enquanto continua a mexer de modo a não se pegar ao fundo do tacho. Findo o tempo e ao obter uma mistura cremosa, retire do lume.
Colocar o recheio em frascos esterilizados, tapar e virar o frasco ao contrário, até arrefecer completamente.
No dia seguinte, retire a massa quebrada da embalagem e forre com uma delas uma tarteira de fundo amovível. Pique a massa com um garfo e por cima coloque o recheio de modo a  ficar bem coberta.
Com o outro círculo de massa, corte em tiras e enfeite a cobertura dando-lhe o efeito desejado ou a vosso gosto.
Leve ao forno até dourar e depois de arrefecer, sirva-a polvilhada com açúcar em pó a gosto.


 Beijinho e votos de boa semana para todos! 

Pães de Leite Super Fofos

Estes pães de leite são uma delícia e tão fofinhos, que se mantém assim mesmo nos dias seguintes.
Só não acredito que durem mais que um dia.
Aqui fica a receita que vi algures na internet para experimentarem também,k e ainda a tempo de os fazerem hoje, para o lanche dos miúdos que aposto já não vão querer outros...





1 kg de farinha T55, sem fermento
2 saquetas de fermento de padeiro Condi
2 ovos
250 ml de leite morno
250 ml de água morna
120 ml de óleo
1 chávena mal cheia, de açúcar
1 gema batida com 1 c. sopa de leite, para pincelar






Num alguidar largo, coloque a farinha e o fermento. Mexa bem com a ajuda de uma colher de pau, de modo a envolver os dois ingredientes. Faça a meio da mistura um buraco, e coloque os dois ovos, o açúcar e o óleo e mexa de novo, primeiro no centro e depois juntando toda a farinha em redor. Finalmente junte a água e o leite mornos e amasse com a ajuda das mãos até esta se começar a querer despegar das paredes do alguidar. Tape com um pano e deixe a repousar por pelo menos 2 horas.
Numa bancada polvilhada com farinha e com o rolo da massa, estenda a massa e divida-a em 4 partes iguais. Forme 4 rectângulos e enrole cada um deles dando a forma de um rolo. Coloque-os num tabuleiro de ir ao forno forrado com papel vegetal e deixe repousar mais uma hora.
Pincele-os com a gema batida no leite e leve ao forno a 180ºC por cerca de 35 a 40 minutos
 Além de lindos, ficam tão fofinhos e saborosos que é impossivel resistir-lhes!


Vamos lá colocar as mãos na massa, e experimentarem estes deliciosos pãezinhos.
Vão adorar!


Bolo de Chocolate

Um dos bolos preferidos dos miúdos ou não fosse ele de chocolate. E não são precisas desculpas, eventos ou aniversários, para o repetir vezes sem conta😋...








6 ovos
220 g de açúcar
250 g de farinha
1 c. de chá de fermento para bolos
120 g de chocolate em pó
2 dl de água quente
2 dl de óleo
Cobertura:
200 g de chocolate para culinária, Nestlé
200ml de natas
50 g de manteiga
2 c. sopa de açúcar








Ligue o forno a 180º C. Unte uma forma (usei a minha Squared da Nordic Ware e que podem adquirir no site Lecuine , pincelando-a bem com manteiga e reserve.
Na batedeira com a pinha, bata os ovos com o açúcar até triplicar de volume. Junte a água quente enquanto continua a bater e em fio o óleo.
Finalmente e usando o complemento Balança e Peneira, coloque na taça a farinha com o fermento e o chocolate em pó batendo até conseguir uma mistura cremosa e homogénea.


Verta a mistura na forma reservada, e leve ao forno por cerca de 40 minutos.
Enquanto isso, leve ao lume as natas com o açúcar, até começarem a querer ferver. Retire do lume e junte o chocolate em cubinhos mexendo bem até este se dissolver assim como a manteiga.
Passados os 40 minutos, retire o bolo do forno e deixe que este arrefeça completamente.
Cubra com o creme de chocolate momentos antes de servir.