Pin It button on image hover

Sobremesa de Chá Verde com Mousse de Aquafaba e Matcha

Hoje partilho aqui, uma sobremesa deliciosa e saudável, quem sabe para o vosso fim de semana.
Estas sobremesas vegetais da Condi são deliciosas e perfeitas para quem se preocupa com a linha e quer uma sobremesa para comer sem culpas.







1 saqueta de Sobremesa Vegetal Chá Verde Condi
500 ml de água a ferver
100 ml de Aquafaba (líquido de cozedura do grão)
1 c. de chá de cremor tartaro Condi
120 g de açúcar em pó ou 2 c. sopa de mel
1 c. sobremesa de Matcha da Shine




Comece por dissolver o conteúdo de uma saqueta da sobremesa vegetal nos 500ml de água a ferver. Mexa bem, de forma a que o pó fique bem dissolvido. Coloque em copinhos ou tacinhas, não preenchendo completamente de modo a deixar um espaço para a cobertura de matcha. Leve ao frigorífico até adquirir consistência.
Deite a aquafaba num pirex ou recipiente de vidro e bata na velocidade máxima, até começar a ficar firme. Junte o cremor tartaro (ou podem usar vinagre de sidra na mesma quantidade) e continue a bater até conseguir picos firmes. Finalmente, junte o açúcar em pó, alternado com o matcha e volte a bater, até ficar com uma mistura cremosa e fofa.
Assim que a gelatina estiver firme, cubra a superfície com a mousse de matcha e leve de novo ao frigorífico até ao momento de servir!


Beijinho e bom fim de semana!

Sorvete de Goiaba

Aqui em casa não é preciso chegar o Verão para se consumirem gelados. Aliás confesso que quase durante todo o ano os comemos e sobretudo se foram caseiros. Claro que quando recebi a sorveteira da KitchenAid mais vontade deu de os ir fazer.
Quanto à receita vi-a no facebook e, adorando eu goiaba achei que era ideal para inaugurar este meu novo complemento...






1 pacote de natas
1 lata de leite condensado
1 e 1/2 lata (usei a do leite condensado), de sumo de goiaba concentrado (comprei no Aldi).
Goiaba em cubinhos, q.b.







Comece por bater as natas na batedeira com a taça e pinha. Assim que estiverem firmes, junte o leite condensado e o sumo de goiaba. Bata mais um pouco de modo a tudo ficar bem envolvido.
Retire a taça e coloque na KitchenAid o acessório para funcionamento da sorveteira, assim como a taça que deve estar bem gelada (convém colocar pelo menos um dia antes no congelador a -18ºC).

Coloque  a sorveteira e o misturador e dentro, a mistura de goiaba.
Deixe girar a mistura na Velocidade 2, por aproximadamente 15 a 20 minutos, ou até que o sorvete fique firme e cremoso como podem ver no vídeo abaixo:



A meio do tempo juntei também os cubinhos de goiaba.
Deitar o gelado para um pirex e das duas uma, ou comem de imediato pois já está perfeito e pronto a comer ou podem levar ao congelador até ao momento de servir (até 5 dias no máximo).


Agora é só deliciarem-se com um magnífico geladinho caseiro!

E por falar na KitchenAid não se esqueçam que a marca está com uma campanha de 100 anos que acho imperdível. Saibam mais aqui 😉😊

Lulas em Pasta de Caril com Arroz Basmati

Mais um prato de que somos fãs aqui em casa e em que o caril dá todo o toque exótico e que o torna muito reconfortante!





1 embalagem de lulas, congeladas
1 embalagem de delícias do mar
1 cebola, picada
3 dentes de alho, picados
1 c. sopa de gengibre fresco picado
1 tomate, em pedaços
1 pimento vermelho, em tiras
2 c. sopa de pasta de caril
3 c. sopa de vinho branco
1 malagueta
Azeite q.b.
2 c. sopa de coentros frescos picados




Lave e limpe as lulas e corte-as a meio e reserve também as cabeças.
Faça um refogado com o azeite, a cebola, os alhos e o gengibre fresco. Junte depois o tomate e o pimento e deixe refogar mais um pouco. Refresque com o vinho branco e junte a malagueta assim como a pasta de caril, enquanto vai mexendo de modo a desfazê-la no refogado. Adicione então as lulas, mexa e tape o tacho, deixando apurar uns minutos para que amaciem. Quando estiverem tenras, junte as delícias do mar mexa e apague, deixando o tacho tapado por 2 a 3 minutos.
Sirva com arroz basmati e polvilhado com os coentros picados.


Beijinho e uma vez mais espero que gostem da sugestão e experimentem!

Pavlova de Aquafaba

Se acham o termo Aquafaba esquisito não se admirem pois até eu estranhei quando ouvi falar pela primeira vez. Mas na verdade, de esquisito nada tem pois aquafaba, mais não é do que o líquido de cozedura do grão-de-bico. (e que usei nesta receita de hoje).
Esclarecidos? Ainda com dúvidas? Ora pesquisem pela internet e saibam mais sobre este substituto ás claras com que normalmente fazemos os suspiros e pavlovas.
Vejam também este meu post de hoje (o primeiro em que uso este ingrediente, para este fim) e como de repente se faz magia e a água, se transforma de repente num merengue bem firme e brilhante, usando mais alguns truques claro, oram vejam:



Nota importante: foi a primeira experiência com aquafaba por isso não ficou uma pavlova perfeita mas para primeira vez, também acho que não ficou má de todo e deliciou-nos a todos.







150 ml de líquido de cozedura do grão (Aquafaba)
220 g de açúcar fino
1 pitada de Cremor Tartaro Condi (ou 1 c. chá de vinagre de sidra)
1 c. de chá de amido de milho









Pré-aqueça o forno a 150° C. Usando um lápis, desenhe um círculo com a ajuda de uma tigela, numa folha de papel vegetal. Reserve.
Coloque na taça da KitchenAid a aquafaba  (o líquido de cozedura de uma lata de grão cozido e de preferência com pouco sal). Comece a bater, usando a pinha e na velocidade média e aos poucos aumentando até à velocidade máxima por cerca de 8 minutos ou até ficar bem firme:


Ao fim desse tempo, junte a pouco e pouco o açúcar batendo mais 4 a 5 minutos mas agora diminuindo um pouco a velocidade. Finalmente, junte o cremor tartaro (ou vinagre de sidra), assim como a maizena.


Com a ajuda de uma colher, espalhe o merengue dentro do círculo, criando uma pequena cratera, tornando os lados um pouco mais altos do que o meio.


Coloque o merengue no forno e asse por 1 hora e um quarto a 1 hora e meia.
Desligue o forno e deixe a pavlova arrrefecer por completo dentro do forno.

Na hora de servir decore a gosto (lemon curd ou curd de mandarinas e frutas frescas a gosto).


Mini-tartes de Mozarella com Pesto Rosso

Adorei o aspecto destas Mini-tartes no blogue Bago de Romã da querida amiga Cristina e não resisti a reproduzir, aceitando assim o seu desafio.
Querida Cristina, aqui estão elas tal como prometido e nem imaginas, o sucesso que fizeram aqui em casa...😉😋💓








1 frasco de Molho Pesto Rosso (comprei no Lidl)
2 Bolas de Mozarella
1 Placa de Massa Quebrada
Oregãos secos q.b. Margão












Pré-aquecer o forno a 220ºC.
Numa superfície de trabalho ou bancada da cozinha, estenda a placa de massa quebrada e com um copo, cortar a massa em rodelas.
Numa forma para queques anti-aderente, colocar uma rodela de massa e com ela forrar fundo e lados. Picar com a ajuda de um garfo e em cada uma, colocar uma colher de sobremesa de pesto rosso (fui mais generosa do que a Cristina, pois adoro este molho) .
Desfiar as bolas de mozarella, e colocar pedaços por cima do molho de modo a ficar todo tapada com o queijo. Finalmente, polvilhar com os oregãos secos.
Levar ao forno por cerca de 15 minutos ( nos últimos minutinhos liguei em modo grill para lhe dar mais cor). 
Deixar arrefecer um pouco e servir enquanto estão morninhos. 


























Fazem uma entrada deliciosa!!

Beijinho e bom resto de domingo...

Peitos de Frango no Forno com Limão

Mais um almoço de fim de semana e com uma carne de que todos gostamos. E se os peitos de frango são aquela parte que sempre fica mais seca, com esta receita eles ficam verdadeiramente suculentos!





7 peitos de frango desossados ​​e sem a pele
3 ou 4 dentes de alho, descascados e picados
Meia cháv. de manteiga derretida
Sumo de um limão, espremido na hora
1 c. de chá de folhas secas de tomilho Margão
Sal e pimenta q.b.







Numa tigela média, misture bem o alho picado com a manteiga derretida e o sumo de limão. Reserve.
Disponha num tabuleiro de ir ao forno, os peitos de frango e pincele ambos os lados com a mistura de manteiga e alho. Tempere de sal e pimenta e polvilhe com o tomilho seco.
Leve ao forno, pré-aquecido nos 220ºC, por cerca de 5 minutos. Retire e pincele de novo com a manteiga e alho e leve de novo ao forno por mais dez minutos. Retire novamente, vire os peitos de frango, pincele-os com a manteiga e deixe dourar. 
Finalmente vire os peitos uma outra vez, junte umas rodelas de limão (opcional) e pincele com uma ultima camada de manteiga. Levar ao forno até ficarem dourados ( 5 a 8 minutos) ou podem usar nestes ultimos minutos a função grill.
Retire e cubra o tabuleiro com uma folha de alumínio de modo a deixar o frango descansar, por pelo menos 5 a 10 minutos. 
Sirva de imediato com uma salada, batatinhas assadas ou um arroz selvagem (fica ao vosso gosto).



Beijinho e votos de bom fim de semana!

Pão Rápido na kitchenAid

Como sabem, adoro fazer pão aqui em casa. Tudo o que sai das nossas mãos tem outro sabor e o cheiro que fica, vale todo o esforço que possamos ter. Mas por falar em esforço, com a batedeira KitchenAid, marca parceira deste blogue, já nem posso falar de esforço pois tudo nos é facilitado. Ora vejam como e fiquem com a receita, de um pãozinho que foi dos melhores que já fiz até agora e que se faz num instante isto se não contarmos com o tempo que a massa tem e deve, repousar e que acho imprescindível para que este fique mesmo fofo e apetitoso.






3 cháv. de farinha (pode ser necessário juntar um pouco mais)
1 pacote de fermento de padeiro Condi
1 c. chá de açucar
1 c. sopa de sal
1 1/2 cháv. de água morna







Numa tigela, colocar a água morna com a saqueta de fermento de padeiro e o açúcar. Mexa e deixe repousar por 5 minutos.
Com o complemento Peneira  e Balança deitar na taça a quantidade referida de farinha e o sal (vai tudo já peneirado para a taça). Vejam o vídeo que embora com pouca qualidade, dá para verem como funciona:


Coloque o acessório amassador na  KitchenAid, e comece a envolver, usando a velocidade dois e aos poucos, vá juntando a água com o fermento.



Bata, sempre na velocidade 2, até tudo ficar bem incorporado (ficará uma massa pegajosa mas é mesmo assim).
Retire a massa da taça e transfira para um recipiente largo e alto. Deixe a levedar, por pelo menos 2 horas (muito importante seguirem pelo menos este tempo de repouso).


Pré-aqueça o forno nos 200ºC e aqueça um pouco a panela de ferro onde vai fazer o seu pão ou usem um pirex (já não necessitando de ser pré-aquecido).
Na prateleira do fundo do forno coloque uma tigela ou pirex pequeno com água, deste modo vai ficar mais crocante.
Com as mãos enfarinhadas, moldar uma bola e colocar na panela de ferro untada com azeite e forrada com papel vegetal ou pirex também untado com azeite.
Leve ao forno a assar por 35 minutos com a tampa e mais 25 minutos sem a tampa ou até que o pão esteja dourado.



Agora não me digam, que ainda preferem ir à padaria??😋😊


Beijinho e uma feliz Quinta-feira!

Manteiga Caseira na KitchenAid/Fresh Butter

Nada como estrear a minha nova batedeira da KitchenAid, começando precisamente com coisas básicas, muito simples e sobretudo (como a receita de hoje), que nos permitem economizar.
Pois hoje venho mostrar-vos como podem fazer em apenas 5 a 8 minutos, uma deliciosa manteiga caseira.
Ficará depois e ao vosso critério, poderem juntar ervas aromáticas, alho ou pimentas.
Eu fiquei-me pela simples, de modo a agradar a toda a minha familia...








750 ml de Natas (usei estas da Longa Vida)
1 c. de chá de flor de sal






Deitar as natas na taça da KitchenAid com a pinha. Colocar a tampa anti-salpicos e comece a bater as natas na velocidade 1 e vá aos poucos aumentando até à velocidade 10. 
Dica:Mesmo com a tampa anti salpicos recomendo taparem a batedeira com um pano, pois vai salpicar um pouco.

Ao fim de 3 minutos já vão começar a diferença mas continuem a bater, até obter a manteiga e esta separar-se do leitelho (guardem-no depois para usar em bolos, panquecas, etc.).



Use uma espátula, de modo a espremer, pressionando a manteiga nos lados da taça, de modo a remover todo o excesso de líquido.


Vejam aqui em baixo, o resultado depois de retirado todo o leitelho e ao fim de bater por 8 minutos.



Como é muito importante drenar todo o leitelho e espremer a manteiga o mais possível, retire a manteiga da taça e coloque-a num pano ou gaze, e aperte o mais possivel. Depois passe-a por água fria, até esta sair bem limpa.


Com estas dicas, conseguem uma manteiga rica, cremosa e também não correm o risco de esta ficar rançosa.
Agora é só usarem e/ou guardarem a manteiga num recipiente hermético (podem também congelar).



Espero que tenham gostado das dicas, da receita e que não deixem de experimentar esta saborosa manteiga caseira.