Pin It button on image hover

Pinheirinhos de Natal de Bolo Brigadeiro

Sabem aquelas receitas em que podemos economizar em tempo e ingredientes?
Pois com este Bolo Brigadeiro da Condi  é precisamente isso que acontece. É só bater, deitar na forma e depois e porque estamos em época natalícia podemos fazer estes efeitos bonitos, ao invés de servir a vulgar fatia deste bolo, já por si super fofo e delicioso!
Corte em rectângulos, decorem a gosto dando largas á vossa imaginação, coloquem uns pauzinhos de gelado e aqui vos apresento este bolo maravilha com um toque de Natal!






1 embalagem de Bolo Brigadeiro Condi
4 ovos
150 g de margarina (usei manteiga), amolecida
20 ml de leite

Para o glacê:
120 g de açúcar em pó
2 c. sopa de sumo de limão







Pré-aqueça o forno a 150º C. Unte uma forma redonda (usei da metalúrgica)e polvilhe-a com farinha.Reserve.

Para o bolo: Deite o conteúdo da saqueta de Bolo Brigadeiro numa tigela larga e adicione os ovos, a manteiga e o leite. Bata na batedeira (em velocidade mínima) misturando até juntar todos os ingredientes. Bata depois mais 5 minutos, mas agora na velocidade máxima. Verta a massa na forma.
Leve ao forno a cozer por cerca de 40 minutos. Retire o bolo do forno, deixe arrefecer, desenformando sobre uma grade.

Cobertura de brigadeiro (também podem usar como recheio):
Deite o conteúdo da saqueta do recheio num tacho e adicione 250 ml de leite e 30 g de manteiga. Leve a lume brando, mexendo sempre, até adquirir a consistência desejada.
Depois de frio (bolo e recheio), cubra o bolo com o chocolate.

Prepare o glacê: junte ao açúcar o sumo de limão, mexendo sempre de modo a ficar uma mistura cremosa e sem grumos.

Decore o bolo a gosto ou podem-no cortar todo em formato de pinheirinhos: cortar pequenos rectângulos, colocar na parte de baixo (a mais larga), os pauzinhos de gelado e por cima colocar o glacê a gosto, pimenta rosa, papel feltro verde, cortado em tirinhas pequeninas.


Beijinho e espero que gostem da sugestão!

Azevias com Recheio de Creme de Castanha e Coscorões

A mesma massa duas opções e nem uma nem outra, faltam na minha mesa de Natal pois são de tradição bem antiga.
No entanto nas azevias, resolvi este ano mudar o recheio e, em vez do habitual Batata Doce, Amêndoa e Gila (o)usei o recheio de creme de castanhas e limão (receita aqui) mas desta vez, feita com a farinha de castanha da Amalgama e adicionando um pouco de canela para aromatizar ainda mais, este delicioso creme.
Tudo feito na CompanionXL, o que nos poupa imenso trabalho, além de que tudo fica perfeito!






Para a massa:

280 g farinha T65
50 g de manteiga Primor, sem sal
10 g de azeite
20 g de água
1 pitada de sal

Para o recheio das azevias:
180 g de farinha de castanhas, Amalgama
1 c. chá de canela em pó Margão
130 ml de água
200 g de açúcar amarelo
Raspa de um limão, só a parte amarela
1 gema

Óleo para fritar, q.b.
Mistura de açúcar e canela, q.b.



Massa:
Colocar todos os ingredientes na taça da Companion, com a lâmina de Triturar/Amassar e programar 30 segundos na Velocidade 8, para misturar. Depois, seleccionar o programa Massas P1.

Deixar repousar entre 30 minutos a 1 hora dentro da taça.

Recheio:
Colocar na taça da Companionxl, com a lâmina de triturar/amassar, os 120 ml água e o açúcar amarelo.
Programar a Velocidade 2 a 120ºC por 5 minutos. Juntar a farinha de castanhas, a gema, a canela em pó e a raspa de limão e programar a Velocidade 6 a 100º C por 10 a 12 minutos (vá vigiando até ver se tem a consistência desejada para rechear).
No final e se necessário, triture por uns segundos na velocidade 10.

Texto alt automático indisponível.

Com a ajuda de um rolo, esticar a massa o mais fina possível. Rechear e cortar.
Fritar as azevias em óleo quente mas não demasiado e de seguida, e com  a restante massa, faça pequenos cortes em rectângulos, e frite os coscorões.


Passe ambos pela mistura de canela e açúcar e coloque no prato de servir.
Uma delícia e que fáceis de fazer, verdade?



Não deixem de experimentar!
Beijinho e uma doce Quinta-feira.

Bolachinhas de Gengibre e Canela

Hoje foi dia de fazer bolachas e nada como logo pela manhã, ter o cheirinho a gengibre e canela pela cozinha e a espalhar-se depois por toda a casa, mal saem do forno.
Feitas na minha Companion XL, estas são as verdadeiras bolachas com gosto e cheirinho a Natal!






150 g manteiga, sem sal Primor
 2 c. chá de gengibre em pó Margão
1 c. chá de canela em pó Margão
100 g de açúcar mascavado ou amarelo
220 g de farinha T 55
l c. chá de bicarbonato de sódio Margão









Pré-aqueça o forno a 170º C. Forre um tabuleiro de ir ao forno com papel vegetal. Reserve.
Na taça da Companion com o acessório batedor, coloque a manteiga, o gengibre, a canela em pó e o açúcar e programar 5 minutos na Velocidade 4. Baixe com a ajuda da espátula o que ficou nas paredes da taça e retire o acessório trocando-o pela lâmina de Amassar/Triturar.
Junte então a farinha e o bicarbonato e envolva por 30 segundos na Velocidade 8. Retire a massa da taça e envolva-a em película aderente reservando no frigorífico por cerca de 30 minutos.
Estique a massa com a ajuda de um rolo e corte com um cortador de bolachas.

Disponha-as no tabuleiro forrado, e leve ao forno a cozerem, até ficarem douradinhas.
Retire do forno e deixe que arrefeçam sobre uma grade.



Beijinho e uma doce Terça-feira!

Minestrone

Querem sopinha mais saudável e reconfortante do que esta? Cheia de legumes, cheia de sabor e no final, aquela feliz sensação de consolo...







1 lata pequena de feijão manteiga, já cozido
1 cebola
1 folha de louro
1.2 l de caldo de legumes
Sal e pimenta q.b.
1 talo de aipo
3 dentes de alho
1 cabeça de funcho
1 tomate, picado
2 cenouras, em rodelas
2 batatas, em cubos
1 nabo, em cubos
1 cháv. de raminhos de brócolos e feijão verde, cortado
Meio repolho/lombarda, ralado finamente com a mandolina
2 c. sopa de salsa fresca Aromáticas Vivas
1 c. chá de paprika Margão
Massa a gosto (usei Margaridas Vegetais da Milaneza)

Mandolina Borner







Coloque na taça da Companion com a ultrablade, a cebola e os dentes de alho e programar a Velocidade10, por 15 segundos. Trocar a lâmina pelo acessório misturador e juntar o azeite, a folha de louro e a salsa e seleccionar Cozedura lenta P1, 130ºC por 4 minutos. Juntar os legumes (excepto a lombarda, os raminhos de brócolos e o feijão manteiga), o caldo de legumes até cobrir tudo (eu coloquei um pouco mais).
Temperar de sal e pimenta, juntar a paprika e novamente, seleccionar o programa Cozedura Lenta P2, 95ºC por 40 minutos.
Juntar depois a massa, a lombarda ripada e o feijão manteiga e finalmente Cozedura Lenta P3 95ºC por 10 minutos.
No último minuto, juntar mais um fio de azeite.


Servir de imediato!

Beijinho e boa semana!

Bolo Mousse de Castanha e Chocolate

Como vos falei aqui ontem, vi este bolinho maravilhoso no Coco e Baunilha e novamente e com algumas adaptações à nossa Companion, fiz ontem o creme de castanhas (receita dali adaptada) e hoje, aqui está a minha experiência de um bolinho de comer e chorar por mais, ou não viesse ele de outro blogue que muito aprecio, o da nossa Patrícia.
Foi o bolinho escolhido para comemorarmos os nossos 29 anos de casados e o nosso AMOR!

Forma da Metalúrgica



100 g de chocolate negro (70% de cacau) Nestlé
4 ovos (claras separadas das gemas)
100 g de manteiga 
1 pitada de sal 
400 g de creme de castanha e limão





    Primeiro comece por preparar o creme de castanhas (receita no post anterior ou consultem a versão original, no blogue Coco e Baunilha).




    Para fazer o bolo:
    Forrar o fundo de uma forma de 22 cm com papel vegetal, untar a lateral com manteiga e polvilhar com farinha (eu polvilhei com cacau). Pré-aquecer o forno a 180ºC. 

    Colocar na taça da Companion com o acessório batedor, as claras e bater em castelo programando 5 minutos na Velocidade 7. Retire da taça e reserve.
    Sem lavar a taça, colocar o chocolate partido...
    ...e a manteiga e programar Velocidade 3 a 60ºC  por 5 minutos. Juntar o creme de castanha e as gemas e misturar 20 segundos na Velocidade 5 ou, até obter uma mistura homogénea. 
    Retire a taça da companion e com a ajuda da espátula, envolva delicadamente as claras no creme de chocolate e castanha.
    Levar ao forno por 45 minutos ou até  ficar meio firme ao calcar o centro. 






    Deixar arrefecer dentro do forno e desenformar quando estiver frio e decorar a gosto!
    (eu barrei com mais um pouco de creme de castanha e cacau em pó)




    Receita adaptada do Coco e Baunilha

    Beijinho e bom Domingo!

    Creme/Mousse de Castanha e Limão

    Tinha uma tigela de castanhas cozidas em erva-doce. Mas de tantas já termos comido, confesso que já não sabia o que fazer com as restantes: lixo- pensei eu. Mas por mero acaso e nesse mesmo dia, dei com esta receita da Patrícia que, embora mais elaborada me deixou muito curiosa para experimentar. Dos ingredientes retirei o rum e a baunilha, que substituí apenas por raspas de limão. E aqui está ele na versão Companion, deliciosamente aromático, cremoso e muito simples de fazer.
    E que criminoso seria, não ter dado este fim, ao punhado de castanhas cozidas que me haviam sobrado...






    400 g de puré de castanhas, (previamente cozidas)
    120 ml de água
    200 g de açúcar amarelo
    Raspa de um limão, só a parte amarela






    Colocar na taça da Companionxl, com a lâmina de triturar/amassar, os 120 ml água e o açúcar amarelo.
    Programar a Velocidade 2 a 120ºC por 5 minutos. Juntar o puré de castanhas e a raspa de limão e programar a Velocidade 4 a 100ºC por 15 minutos.
    No final e se necessário, triture por uns segundos na velocidade 10.


    Distribua o creme por frascos, previamente esterilizados (deu para encher 3 frascos pequenos).

    Dica: este creme/mousse pode bem servir como sobremesa mas dá sobretudo para barrar e rechear bolachas, tortas e para bolos. Deixo à vossa imaginação.





    Eu tenho cá para mim, que amanhã não resisto e vou também eu, fazer o Bolo Mousse de Castanhas e Chocolate, que a Patrícia deixou como sugestão. Mas depois conto-vos tudo!

    Beijinho e um feliz Sábado!

    Aletria Cremosa de Leite de Amêndoa e Mel

    As receitas da Leonor são maravilhosas, inspiradoras e sempre com um toque de inovação.
    Um dia destes quando ela partilhou no seu site, a receita desta aletria, não resisti a convertê-la para a minha Companion (com ligeiras alterações nas quantidades) e a experimentar o que chamo de verdadeira iguaria. Ficou como já esperava: deliciosa e de "lamber os dedos".
    Obrigada querida Leonor por mais esta inspiração "divina(l)"!






    200 g de aletria
    800 ml de leite de amêndoa
    150 ml de natas
    4 gemas
    100 g de açúcar
    1 c sopa bem cheia de mel
    1 pau de canela
    Raspa de limão
    25 g de manteiga





    Comece por colocar e desfazer numa tigela, o mel com as gemas e o açúcar. Reserve.
    Colocar na taça da Companionxl, o acessório misturador. Juntar o leite  de amêndoa (bebida vegetal) e as natas, o pau de canela e as raspas de limão. Programar 10 minutos, 90º C, na velocidade 2.
    Desfazer os novelos de aletria e juntar à taça mas retirando o pau de canela. Programar 20 minutos a 90º C, na velocidade 2.
    Verter um pouco do leite quente da aletria na mistura de gemas e mel e, a 5 minutos do fim aos poucos e poucos, vá deitando o preparado pela abertura da tampa.
    Abrir a taça, e com a espátula envolver a manteiga. Deitar para o recipiente onde vai servir, deixando arrefecer. 
    Só depois deve polvilhar com a canela em pó (a Leonor não colocou mas eu não resisti).


    Estufado de Borrego à Minha Moda

    Adoro um bom estufadinho, daqueles apuradinhos que me trazem à memória, os sabores e lembranças da avó. Foi o caso deste feito na minha CompanionXL  e que vos deixo aqui hoje como sugestão...







    800 g de carne de borrego (costela), em pedaços
    1 c. sopa de banha
    3 c. sopa de azeite virgem extra, Oliveira da Serra
    5 batatas, em cubos
    2 cenouras, ás rodelas
    2 cebolas, cortadas em pequenos quartos
    3 c. sopa de polpa de tomate 
    2 dentes de alho, picadinhos
    1 folha de louro
    1 c. sopa de Ervas de Provence
    Vinho branco q.b.
    1 c. sopa de colorau Margão
    Sal e Pimenta
    1 ramo de hortelã
    Fatias de pão alentejano, torrado ou frito em azeite








    Comece por cortar a carne em pedaços pequenos. Tempere de sal e passe-os por farinha.
    Colocar na taça o acessório misturador e colocar a carne juntamente com o azeite e a banha e programar Slow Cook P1.
    Quando terminar o programa mexer a carne com a espátula, junte o vinho branco, a cebola, os dentes de alho, a polpa de tomate, o colorau, a folha de louro e tempere de sal e pimenta a gosto.
    Programar Slow Cook P2. A meio do tempo, mexer a carne com a espátula. junte a batata, a cenoura, as ervas de provence, um ramo de hortelã e um pouco de água, até quase cobrir todos os elementos. Continuar o programa e, assim que este terminar, rectificar o tempero e verificar se a carne está cozinhada e a batata e a cenoura, macias. Se achar necessário, programar mais uns minutos para apurar mais um pouco.
    Sirva o estufado com pãozinho torrado.